Pular para o conteúdo principal

Destaques

Causa Autista, História e Divergências Políticas no mundo inteiro

Para quem acha que o que acontece no Brasil é inédito, basta conhecer a história do autismo. As divergências políticas são parte da história do autismo. Cada conquista aconteceu por causa das lutas dos movimentos sociais organizados.


Leia: A História do Autismo: 10 Motivos para ler o livro Outra Sintonia

O Brasil não inventou o fogo. As pessoas poderiam fazer escolhas melhores se estudassem mais. Serve para quem quer falar de política, mas não conhece as questões biológicas também.

Sobre o mundo das organizações brasileiras, já falei algumas vezes: nenhuma me contempla. Nenhum dos lados acerta sempre nem vai acertar, pois cada lado tem seu viés e puxa mais para o que acredita.

O que é melhor para um autista, pode não ser para o outro, seja por questões sociais ou neurobiológicas: o assunto SEMPRE será complexo, pois o autismo é complexo, não é simples como as pessoas fazem parecer.

Quem paga o preço? Quem é invisibilizado. Quem já tem diagnóstico, dificilmente se importa com os que não…

Conquiste a rede: Jornalismo Cidadão - Você faz a notícia

Conquiste a rede é uma coleção de livros sobre o "processo de criação coletiva na internet". Os autores, Ana Carmen Foschini e Roberto Romano Taddei, acreditam que é possível que cada internauta torne-se um produtor de conteúdos, contribuindo com a interação e troca de informações.

Jornalismo Cidadão

A tecnologia possibilitou aos indivíduos novas formas de produzir e receber notícias. Em seu livro Conquiste a rede: Jornalismo Cidadão - Você faz a notícia, Taddei e Foschini explanam sobre a possibilidade de expressão às pessoas que não são profissionais de comunicação e acrescentam: "as novas ferramentas de publicação na rede permitem que você escolha as informações que recebe e determine como e quando quer recebê-las".

De acordo com eles, o termo "Jornalismo cidadão" é utilizado para "nomear a produção de notícias desse novo universo", além dos jornalistas profissionais, o termo engloba os chamados cidadãos jornalistas, pessoas que divulgam alguma informação. Os autores lembram: "Tudo pode virar notícia".

No livro Conquiste a rede: Jornalismo Cidadão  são citados alguns exemplos que evidenciam de esta forma de jornalismo: nos relatos das vítimas do tsunami no Oceano Índico (2005), na devastação pelo furacão Katrina (2005). Também é dado como referência o site Sul Coreano, OhMyNews, em que pessoas enviam textos e fotos para o site. Os usuários têm o seu trabalho avaliado por jornalistas e as pessoas são pagas de acordo com o material selecionado para publicação.

Ferramentas mostradas por Taddei e Foschini que possibilitam ao cidadão jornalista produzir ou trocar informações: blog (weblog), flog (fotoblog), vlog (videoblog), podcast, wiki (criação interativa, exemplo: Wikipedia), lista de e-mail, fórum, comunidade.

O livro ainda aborda: estilos de participar, o que é notícia, alguns conselhos para fazer jornalismo cidadão do jeito certo, o que não fazer ("práticas pouco ou nada recomendáveis no universo do jornalismo cidadão"), leis, como começar.

DOWNLOAD DO LIVRO

Autores

* Ana Carmen Foschini é jornalista e escritora. Em seu blog, anacarmen.com, a jornalista fala sobre cultura e cibercultura, música, ciência e tecnologia.
* Roberto Romano Taddei é jornalista e poeta. Em seu blog, rrtaddei.wordpress.com, o jornalista posta sobre jornalismo cidadão, poesia, educação etc.

Comentários

  1. Oi Ben! Vejo você sempre de olho no Pheeno! Que bom que gostou do ensaio! Abraços, Thiago!

    ResponderExcluir
  2. Muita legal a série conquiste a rede! Tá me ajudando muito. Aqui na empresa estamos querendo conquistar a rede...

    Quero mais hein! ;p

    abraço

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem? Se tu puder me ajudar, irei apresentar um trabalho hoje às 09:45 a.m e usei como base o livro jornalismo cidadão – você faz a notícia, porém não consigo achar em lugar nenhum a data da publicação tu poderia me informar. Obrigada. Parabéns pelo blog, muito legal ;)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana