Pular para o conteúdo principal

Destaques

Autismo: Tratamentos sem evidências científicas, incômodos e silenciamentos

Sorte do dia: Pessoas envolvidas com tratamentos sem evidências científicas para autismo estão incomodadas com meus textos sobre charlatanismo. A ciência está ao meu lado e as várias notícias sobre as consequências de pseudotratamentos também. Antes de tudo, queria dizer que odeio carteirada, mas diante de tudo o que acontecido nas últimas semanas, não me arrependo de dar uma agora.


A ironia das ironias é ver gente que espalha informação falsa acusar jornalista de espalhar fake news.

Sou Asperger e adoro um bom desafio de conhecimentos. Quer desafiar meu cérebro autista e meu hiperfoco? Eu vou ter todo prazer de ir atrás de informações sérias para argumentar. Não trabalho com achismo nem com pseudociência.

Dica: Eu sei identificar estudos/pesquisas de baixa qualidade. Apesar de ser formado em Jornalismo, não li mais de 850 livros à toa (contagem que começou com o Skoob em 2009, mas não comecei a ler aos 19 anos, queridos, leio desde a infância) e não tenho conhecimentos só na área de …

Aprenda novos idiomas na rede social Livemocha


Falar outros idiomas é cada dia mais importante. Muitas redes sociais possibilitam que você faça contatos com pessoas do mundo inteiro, mas uma, em especial, pode te ajudar a aprender a falar novos idiomas, o Livemocha.

O Livemocha foi criado em 2007, nos Estados Unidos e é uma forma de se aprender e ensinar outros idiomas na Internet, através da colaboração. A equipe do Livemocha explica em seu site que esta rede social é a primeira deste tipo baseada no aprendizado de linguagem com solução de integração de conteúdo instrucional com uma comunidade global de aprendizes de idiomas.
Na rede social é possível aprender 38 idiomas grátis, divididos nos níveis: iniciante e intermediário, além de fazer amizade com pessoas do mundo todo. Alguns cursos complementares também são oferecidos, como o Curso Rápido para Viagem, Olímpiadas etc.

Os nativos podem ajudar a traduzir informações do site para o seu idioma, trocar mensagens com outros usuários e corrigir os exercícios dos membros que estão aprendendo a sua língua.

Quanto mais você colabora ou participa da rede social, mais pontos você ganha. Estes pontos podem ser utilizados para liberar alguns exercícios e conteúdos que só podem ser acessados mediante pagamento. No Livemocha também é possível trabalhar como professor, podendo este ganhar dinheiro e créditos.

Conheça o Livemocha

Comentários

Mais lidas da semana