Pular para o conteúdo principal

Destaques

Resenha: Corpos Ocultos – Caroline Kepnes

Segundo livro da série Você (YOU) , adaptada para a Netflix ,  Corpos Ocultos (Hidden Bodies) narra a mudança do psicopata Joe Goldberg de Nova Iorque para Los Angeles e tem uma pegada mais ácida e mais fluida do que o primeiro livro. No Brasil, o livro da Caroline Kepnes foi traduzido por Ryta Vinagre e publicado pela Editora Rocco , em 2019. Compre o livro Corpos Ocultos (Caroline Kepnes):  https://amzn.to/3o64zLs Embora a ficção não seja parâmetro para acompanhar o desenvolvimento de serial killers , Corpos Ocultos revela tanto os padrões de comportamento de Joe e as similaridades e diferenças entre as mulheres por quem ele fica obcecado, como o perigoso fascínio que assassinos desenvolvem quando cometem seus crimes, escapam impunes e seja por necessidade ou prazer, se sentem no controle a ponto de repetirem seus atos. Perseguidor e possessivo, entre os gatilhos para o modo de agir violento de Joe está a rejeição por figuras femininas pelas quais ele desenvolve uma paixão obsessiv

"As características de um Jornal On-line"

Em seu artigo: "As características de um Jornal On-line" a mestranda em comunicação Ivone Matiko Ivassaki Deus explica que com este trabalho pretende "descrever as características que são importantes para um jornal on-line e ao mesmo tempo mostrar que um jornal não pode perder a sua natureza, que é a disseminação da informação".

Ivone Ivassaki fala sobre o jornalismo online no Brasil e complementa: "No Brasil o primeiro jornal on-line que surgiu foi o Jornal do Brasil, em 1995". De acordo com a autora, este jornal tinha como modelo os jornais dos EUA, local onde começou essa forma de jornalismo.

Os primeiros jornais online transcreviam as notícias dos jornais impressos para o meio virtual. "Hoje isto ainda é muito comum", afirma Ivassaki.

Outro destaque para o jornalismo online brasileiro foi a criação em 1996 do Universo Online (UOL), que foi o primeiro jornal em tempo real em língua portuguesa, suas informações vinham de agências de notícias e de sua própria redação.

A autora ressalta que os profissionais que querem trabalhar com jornalismo on-line devem utilizar os recursos que tornam esta forma de fazer jornalismo mais atraente, como os recursos gráficos, aúdios, vídeos e elementos interativos.

"O jornalismo on-line caminha muito mais rápido do que o jornalismo convencional, portanto, os profissionais devem estar preparados para receberem esta nova forma de disseminar a notícia. Eles devem estar preparados quanto ao uso do computador, devem ser cuidadosos e checar as fontes das notícias para não cometer enganos", explica a mestranda.

Hipertextualidade

Ivassaki aborda em seu artigo que no jornal on-line a leitura não é linear. A utilização da hipertextualidade tem como função fragmentar os textos, caso o leitor ache interessante o assunto, ele poderá continuar lendo mais informações.

Multimídia

A multimídia diferencia o jornal on-line das outras plataformas midiáticas. Para a autora, a utilização destes recursos é atraente para o leitor. E ela ressalta que atualmente as melhores publicações digitais disponibilizam dados e informações complementares que ficaram de fora da edição em papel.

"Além de matérias exclusivas para a rede mundial com links, aúdios, vídeos, animações e outros elementos de multimídia". Ivassaki diz que estes recursos dão maior compreensão para o leitor, do que somente a leitura.

Interatividade

A autora diz que a interatividade é importante, pois quanto mais interativo o jornal, mais o leitor passa a querer se comunicar com a redação e compreender mais o jornal." A interação entre jornalista e leitor é um recurso que a internet possibilita, neste caso o leitor pode mandar e receber notícias, mandar e receber sugestões, mandar críticas".

Os jornais na internet também estão personalizando as páginas, de acordo com as informações que interessam o leitor. Através da interatividade, a autora explica que é possível emitir e receber informações através do mesmo meio.

Acesse o artigo na íntegra

Comentários

Mais lidas da semana