Pular para o conteúdo principal

Destaques

Welcome to Wedding Hell: Drama coreano sobre a pressão de organizar casamento

Das diferenças de perspectivas até opções de escolhas movidas por questões financeiras e/ou pessoais, Welcome to Wedding Hell é uma série coreana que aborda como o simples pedido de casamento e suas consequências podem se tornar algo insuportável para todos envolvidos, especialmente para o casal que sente a maior pressão. Disponível na Netflix. O que deveria ser algo prazeroso se torna rapidamente em algo doloroso e confuso para os envolvidos na preparação do casamento. Com o estresse, vem os desencontros entre os personagens, que precisam lutar para se reconciliarem até a data do evento de união. O que eles julgavam que seria mais simples e teriam mais autonomia por parte da família, acaba se transformando numa recorrente dificuldade de comunicação e expressão sobre os sentimentos. Para agradar um, outro acaba sendo desagradado e não há uma solução tão fácil de ser tomada como costumaram imaginar. Welcome to Wedding Hell é um drama coreano curtinho, ideal para quem não gosta de drama

Educação, Ética & Tecnologia

A Mestre em Ciência da Computação, Dagmar Aparecida Trautmann, explica em sua dissertação "Educação, ética e tecnologia: Impressões e reflexões" como as Novas Tecnologias da Informação e da Comunicação podem ser utilizadas nas salas de aula de Educação Básica.


Trautmann acredita que é necessário reconhecer as transformações ocorridas nas escolas e mudar a forma de se educar de forma que não se despreze os valores do professor, necessário na construção da sociedade.

Para a Mestre em Ciência da Computação, apesar das tecnologias trazerem uma série de facilidades para o cotidiano, elas também trouxeram muitos problemas, como os dilemas éticos.

"Saber utilizar as diferentes fontes de informação e recursos tecnológicos visando não apenas o conhecimento acadêmicos, mas o uso destes conhecimentos pelas pessoas com consciência, criticidade e responsabilidade é o que a sociedade espera da escola. Em nossa sociedade a escola é a instituição cuja função específica é a transmissão de cultura", argumenta Trautmann.

A educação ética deve ser feita de forma a possibilitar aos alunos aprenderem a refletir sobre situações cotidianas "trazidas para o espaço escolar dentro de uma dinâmica dialógica de aprendizagem, onde o objetivo é a construção da personalidade autônoma do aluno como pessoa e cidadão".

A autora diz que as tecnologias de informação e comunicação disponibilizam tantas informações, portanto, faz-se necessário exercitar a educação ética dos alunos com as novas tecnologias da informação e comunicação dentro da sala de aula.
 
Acesse a dissertação

Comentários

Mais lidas da semana