Pular para o conteúdo principal

Destaques

Autismo: Profissionais antiéticos envolvidos com tratamentos proibidos e perigosos

Quando lancei uma campanha contra tratamentos sem evidências científicas do autismo, tive pouquíssimo apoio. Isso me ajudou a ver quem é quem, quem coloca as cartas na mesa ou não, quem está/estava com medo.


Infelizmente, além de estarmos abertos às ameaças abertas ou veladas, também existe muito silenciamento; muitas famílias fazendo tratamentos que são proibidos e perigosos e profissionais antiéticos que deveriam ser processados e/ou deveriam perder a licença.

Em vários países, isso já deu processos e prisões, mas no Brasil, nada é como deveria ser. Alguém fica chocado de viver no mundo invertido?

Tem gente que adora brincar com fogo. Gente que difama autistas adultos e quase implora por um processo.

Preciso lembrar que essas coisas são crimes? Ah, não sabia? Agora já sabe.

Uma dica: A verdade demora, mas ela sempre vem. Não é que o Xadrez nos ensina algumas coisas?
Quanto à impunidade e a desinformação, pode ter certeza que vou continuar fazendo minha parte de passar informações de …

Jornalista dá dicas sobre a busca de emprego

O jornalista e editor do guia de jornalismo da About.com Tony Rogers explica em seu artigo sobre Job Research (Procura de emprego) duas razões importantes para se pesquisar antes de procurar um emprego. Confira abaixo as recomendações do jornalista.

Rogers acredita que é irônico o fato dos jornalistas procurarem um emprego sem antes fazerem uma pesquisa, visto que o jornalismo está relacionado à pesquisa. A primeira delas, segundo o jornalista, é a de que uma pesquisa sólida pode ajudar a decidir se o emprego que você está procurando é aquele que você realmente quer.

"Se este emprego é o que você realmente quer, a pesquisa pode ajudar a conseguí-lo. Nada impressiona mais um empregador do que um candidato que sabe muito sobre o trabalho e a empresa", acrescenta a segunda razão.

Para o jornalista, antes de começar a mandar os currículos deve-se fazer as seguintes pesquisas.

Pesquise o empregador

Descobrir o máximo que puder sobre o lugar e a empresa, conversar com funcionários, descobrir se o local é conhecido por fazer jornalismo de qualidade e saber responder as perguntas (Como é a situação financeira da empresa? Está perdendo ou ganhando dinheiro? Os funcionários parecem contentes?).

Pesquise o emprego

Suas habilidades combinam? Existem oportunidades para avançar? É algo que você gostaria de fazer pelos próximos anos?

Pesquise o lugar

Lembre-se, você não estará apenas trabalhando, você estará vivendo em uma área onde o trabalho está localizado. Pergunte a si mesmo: "O trabalho está localizando onde você gostaria de viver? É uma comunidade que está crescendo economicamente ou em declínio? Há coisas interessantes para fazer lá? É um lugar que encaixa a sua idade e estágio de vida?".

Comentários

Mais lidas da semana