Pular para o conteúdo principal

Destaques

Marcel Proust e sua devoção pelos livros

Para o escritor francês Marcel Proust, a relação com os livros era como uma amizade. Enquanto algumas pessoas veem a leitura como perda de tempo, para o autor, era exatamente o contrário; sua infância foi vivida de forma plena na companhia dos seus livros preferidos.

Encontre o livro Sobre a Leitura (Marcel Proust): https://amzn.to/2qRG6LE

"Enquanto a leitura for para nós a iniciadora cujas chaves mágicas abrem no fundo de nós mesmos a porta de moradas em que não conseguiríamos penetrar, seu papel em nossa vida será salutar"– Marcel Proust, Sobre a Leitura
Sobre a Leitura é um livro que traz um prefácio de Marcel Proust escrito para o livro Sésame et les Lyz, do escritor e crítico de arte britânico John Ruskin, em 1905, além de trazer uma entrevista com Céleste Albaret para a jornalista Sonia Nolasco-Ferreira, publicada originalmente na revista 80, em 1983. Céleste cuidou do escritor e sua casa durante dez anos, até sua morte. No Brasil, a obra foi publicada pela L&PM Pock…

Mídias Locativas

O pesquisador André Lemos, em seu artigo: "Mídia Locativa e Territórios Informacionais", define mídia locativa como um conjunto de tecnologias e processos info-comunicacionais cujo conteúdo informacional vincula-se a um lugar específico. "As mídias locativas são dispositivos informacionais digitais cujo conteúdo da informação está diretamente ligado a uma localidade".

O autor cita como exemplos de mídias locativas, informações processadas por artefatos sem fio, como GPS, telefones celulares, palms e laptops em redes Wi-Fi, Bluetooth ou RFID, porém reforça que existem também as mídias locativas analógicas, como por exemplo, uma placa que informa qual a função de determinado lugar.

De acordo com o autor as mídias locativas digitais possuem as seguintes características: Informação personalizada; Dados digitais e banco de dados com informações de contexto local; Emissão por redes sem fio e captação em dispositivos móveis; Processamento e customização da informação; Dados variáveis e modificáveis em tempo real.

Diferente das mídias locativas analógicas que possuem: informação sem feedback, dados estáticos, não processa informação e dados estáveis.

André Lemos classificou em seu artigo as mídias locativas de acordo com a função: Realidade móvel aumentada (informações sobre determinada localidade visualizadas em dispositivo móvel); Mapeamento e Monitoramento de Movimento (formas de mapeamento e monitoramento do movimento do espaço urbano através de dispositivos móveis); Geotags (agregar informação digital em mapas); Anotações Urbanas (substituindo cartazes, bilhetes, outdoors etc.); Wireless Mobile Games (Jogos).

Acesse o artigo na íntegra

Comentários

Mais lidas da semana