Pular para o conteúdo principal

Destaques

Espectro Autista: Reflexão sobre conscientização do autismo

Vez ou outra eu recebo mensagens de pessoas pedindo ajuda sobre como trazer mais conscientização em lugares nos quais pouco se sabe sobre autismo. Nem toda cidade tem especialista em autismo, isso é um fato que todo mundo que já precisou de um, sabe como é. Minha dica é: compre/arrecade livros ATUALIZADOS sobre o assunto e/ou livros de ficção (com personagens autistas) e/ou livros escritos por autistas. Recomendo firmemente a literatura, já que a leitura trabalha a empatia e fica mais fácil dos neurotípicos entenderem como é estar 'na nossa pele', mesmo que por alguns minutos.


Não vai dar livro desatualizado, que é um desserviço. Já tem muita desinformação no Brasil. Eu poderia fazer uma lista sobre todos absurdos que leio, mas não vou.

Enfim, não dá para fugir da leitura. Infelizmente, muitos conteúdos brasileiros estão defasados, outros logo vão estar por causa das alterações do CID11 do Espectro Autista [só entra em vigor em 2022]. Tem muita coisa boa produzida pela comunid…

Palestrante da Campus Party fala sobre o funcionamento da internet

Aconteceu nesta quinta-fera (20) na Campus Party Brasil a palestra de Ricardo Patara com o tema: "Como funciona a internet brasileira?". O responsável pelo serviço de alocação de Recursos Internet (registro.br) explicou alguns conceitos sobre a rede mundial de computadores.

Patara diz que resumidamente a internet é uma rede formada por redes e conta a história desta: "O projeto inicial desta rede, que a gente conhece como internet, surgiu dentro de universidades e instituições de pesquisa dos Estados Unidos, com o apoio do Departamento de Defesa para criar mecanismos de comunicação que fossem resistentes às catástrofes".

De acordo com o palestrante, a internet surgiu através de projetos universitários de redes independentes que permitiam a comunicação entre eles. Pataro argumenta que dentro dos ambientes universitários viu-se que era interessante interconectar as redes, pois os pesquisadores observaram a existência de pesquisas, muitas vezes semelhantes, porém de universidades diferentes. "Daí surgiu este projeto que hoje é a internet, interconectando diferentes redes, tanto dentro dos Estados Unidos, mas também em outros países, como Inglaterra e França".

Para exemplificar esta "rede de redes" em nosso dia-a-dia, Ricardo Patara ensina: "Nós temos o provedor de internet onde estamos conectados, que é uma rede. Este provedor de internet está conectado a outros provedores de internet, sejam provedores de acesso ou provedores de conteúdo e que por ventura se conectam a outros".

A descentralização da internet é uma das características mais importantes ressaltada pelo palestrante. Ele justifica que cada rede é independente e tem o controle de suas informações.

Conceitos

Modem: equipamento que permite a conexão do seu computador com a rede de provedor de internet.

Provedor de internet: organização ou entidade contrada para fornecer a conexão.

A conexão é formada por uma parte física e uma parte lógica.

A parte física está voltada aos detalhes eletrônicos da organização dos sinais elétricos, ondas, pulsos etc.

A parte lógica organiza os bits e informações e conecta o computador com a internet.

Sobre a separação entre parte lógica e física, Patara fala que esta independencia é um fator muito importante, porque facilitou a implamentação e o sucesso da internet, além de facilitar a identificação de um problema.
 
Confira o vídeo da palestra

Comentários

Mais lidas da semana