Pular para o conteúdo principal

Destaques

Sobre rabiscos e telas brancas

A tela branca pode ser um convite à explosão criativa ou uma tortura ao artista que sente seu espírito definhando diante da pesada realidade. Em tempos de crise e ódio, a arte fica esquecida e é vista como desimportante; ironicamente, é quando mais precisamos dela, de algo que nos faça sentir vivo e toque as partes atordoadas.


O som dos dedos se movendo pelo teclado era como fantasmas de uma vida distante. É incrível perceber quantas vezes nós deixamos algumas partes nossas morrerem ao longo de nossas existências; as máscaras, antes tão confortáveis, agora incomodam e não nos servem mais. Leva tempo até ficarmos satisfeitos e ajustados à nova realidade. Viver é admitir que sabemos pouco sobre nós mesmos e há sempre algo novo que pode nos transformar, seja para o bem ou para o mal.

O artista encara a tinta respingando pela tela. Para o espectador sem intimidade, nada faz sentido, a desconexão de ideias é tormentosa; para ele, o lembrete de que sua arte nunca o abandonaria. Como poderia…

Bitter Feast

Algumas críticas podem alavancar uma carreira de sucesso, porém outras podem simplesmente acabar com a vida de alguém. Bitter Feast é um filme americano de thriller lançado em 2010, com 95 minutos de duração, dirigido e escrito por Joe Maggio. O filme conta a história de um chefe de cozinha famoso em busca de vingança contra o dono de um blog de culinária que acabou com sua carreira.

Peter Grey (interpretado pelo ator James LeGros) é um chefe de cozinha-celebridade que tem um programa televisivo de culinária. Preocupado com o aprendizado das pessoas, o chefe está sempre querendo ensinar aos telespectadores algo interessante sobre sustentabilidade, produtos orgânicas e economia. Além da audiência do programa não estar boa, Peter não se dá bem com a outra apresentadora que tenta trazer um pouco de humor e entretenimento, às vezes de forma exagerada, para os telespectadores.

Uma crítica escrita pelo blogueiro J. T. Franks (interpretado por Joshua Leonard) irrita o chefe de cozinha e colabora com o fim do seu programa. Para se vingar, Peter sequestra o blogueiro, mantém ele acorrentado e faz com que cada crítica escrita por J. T. torne-se um desafio de sobrevivência, ao obrigá-lo a cozinhar os pratos criticados da forma que gosta, caso contrário ele terá uma 'recompensa'. Descubra neste jogo doentio que nem toda vingança é servida fria...

Comentários

Mais lidas da semana