Pular para o conteúdo principal

Destaques

3 Trechos de O Livro: Os Bruxos de São Cipriano – Ben Oliveira

Trechos do meu segundo livro da série Os Bruxos de São Cipriano: O Livro , disponível na Amazon em eBook e paperback . Encontre meus livros e contos disponíveis na Amazon:  https://amzn.to/3Lx3G78 – Agora eu entendo porque você gostava daquele seu ex-namorado inútil. É uma pena que não tenha dado certo entre vocês... – Chega. Você está querendo me machucar. Eu já entendi que você se sente traída, mas não há nada que eu possa fazer. O que está feito não pode ser mudado. Sim, eu sou uma bruxa, assim como Hortênsia era. Eu não escolhi isso para mim. Não escolhi a responsabilidade de ter que lidar com pessoas fissuradas pelo poder... Amanda abriu um sorriso que Jess não conseguia interpretar. Ela tentou se conectar com a energia da mãe e ter alguma visão sobre o que ela estava aprontando, mas era como se estivesse bloqueada. *** – Todos queremos paz. É uma pena que seja tão transitória. – Jess se voltou para o namorado. – Você acha que eu estou diferente? Seja sincero. – Diferente? Seja m

Compras coletivas: Modelo de Negócio e Crescimento no Brasil

O jornalista Marcos Todeschini da Época Negócios escreveu uma reportagem sobre compras coletivas, com o título "Pechincha Coletiva", publicado na edição da revista de outubro de 2010. Em sua matéria, o repórter falou sobre o modelo de negócio e o crescimento dos sites de compras coletivas.

Todeschini conta a história do americano Andrew Mason, criador do Groupon, o site pioneiro no setor de compras coletivas. Ele relata que a estratégia de sucesso do site consiste na pesquisa por barganhas e na participação em redes sociais. Aos que ainda tinham dúvidas de como um site de compras coletivas lucra, o jornalista explica que o Groupon realiza parcerias com marcas interessadas na sua divulgação e oferta de produtos ou serviços a um preço baixo, e ganha uma comissão da metade do valor do produto vendido.

Mason declara ao jornalista Marcos Todeschini que no Groupon todos saem ganhando: "Nós ganhamos a comissão, os clientes pagam menos pelo produto e os parceiros conseguem um retorno em larga escala para seus serviços ou produtos".

De acordo com o jornalista, os sites de compras coletivas estão fazendo sucesso no Brasil devido ao retorno quase imediato e a facilidade de aplicação do modelo de negócios. Na matéria, Todeschini cita por exemplo, o primeiro site de compras coletivas do Brasil, o Peixe Urbano, cujo modelo foi inspirado no Groupon. Todeschini argumenta que os consumidores enxergam os sites de compras coletivas como serviço de compras, porém aos que oferecem produtos e serviços, os sites servem como uma ferramenta de marketing.

"Quando a oferta não atinge o número mínimo de clientes, o dia é tido como perdido: o cliente não recebe o produto, o site não ganha a comissão e o estabelecimento não vende", relata o jornalista.

Acesse a reportagem na íntegra

Comentários

Mais lidas da semana