Pular para o conteúdo principal

Destaques

Murder By The Coast: Documentário espanhol da Netflix sobre casos de jovens assassinadas traz dilemas éticos

Murder By The Coast (Homicídio na Costa do Sol/El caso Wanninkhof - Carabantes) é um ótimo documentário de crimes para quem deseja entender os impactos do julgamento antecipado pela imprensa sobre casos mal investigados, influenciando a opinião pública, quando só existem indícios, mas nenhuma prova. Lançado pela Netflix em 2021, o filme espanhol foi dirigido por Tània Balló e roteirizado por Gonzalo Berger . Em mais de 20 anos, muita coisa mudou no mundo. Mas há outras que ainda servem como ótimo exemplo de erros e acertos, especialmente no que diz respeito aos casos criminais, opiniões públicas, preconceitos e faltas de evidências. O documentário traz o caso da adolescente Rocío Wanninkhof que foi assassinada em 1999 e na ansiedade para encontrar um culpado, diante da falta de informações concretas, tudo toma um rumo que se fossem contar, poderiam jurar que se trata de um enredo de ficção. Os depoimentos de profissionais envolvidos ou que estudaram o caso só enriquecem o documentári

Resenha: A vida Digital – Nicholas Negroponte

Publicado em 1995, pela editora Companhia das Letras, no Brasil, o livro: ‘A Vida Digital’, do arquiteto Nicholas Negroponte, trazia muitas previsões de como a tecnologia se integraria às nossas vidas, que hoje tornaram-se realidade.

Capa do livro A Vida Digital, Nicholas NegroponteNegroponte contava em seu livro que não há volta para a transformação de átomos em bits e que este processo poderia transformar a informação acessível a todos. Para a época em que foi lançado, o livro trazia dados interessantes sobre a popularização dos computadores, do acesso à internet e de outras tecnologias. O autor arriscou a dizer que com o aumento da interconexão, o espaço físico tornaría-se irrelevante e o tempo desempenharia um papel diferente.

De acordo com o autor, devido às vantagens da transformação de átomos em bits, muitos meios se digitalizarão com enorme rapidez, graças à conveniência, necessidade econômica e da desregulamentação. Negroponte dá como exemplo o livro digital, que sempre estará disponível à leitura, diferente dos livros impressos que podem sair de catálogo e a facilidade de acessar filmes nos meios digitais e se livrar do incoveniente de ter que devolver.

Algumas das possibilidades da digitalização para Negroponte são: a compressão de dados e a correção de erros, a transmissão com qualidade, a multimídia (mistura de áudio, vídeo e dados) e a informação sobre os bits.

Em 1995, Negroponte anunciava as mudanças que a TV Digital e a Internet trariam em nossas vidas, por exemplo, a forma de consumo (edição e seleção de conteúdo, independente do horário, dia ou tempo disponível para transmissão). O autor dizia que em 2005 os americanos passariam mais tempo na internet do que assistindo à televisão. Segundo alguns estudos, esta realidade já pode ser observada, entretanto existem aqueles que preferem utilizar a televisão e a internet ao mesmo tempo.

Há 16 anos, o pesquisador explicava a importância da multimídia, hoje tão presente em nossas vidas. "Pensar em multimídia implica se ter noção do movimento fluido de um meio para outro, dizendo a mesma coisa de maneiras diversas, invocando um ou outro dos sentidos humanos".

É interessante observar que Negroponte já falava sobre a personalização de conteúdos jornalísticos. O pesquisador acreditava que o leitor poderia selecionar as informações que julguem mais relevantes, além de se tornar um produtor de informações. Ainda sobre jornalismo, o autor do livro dizia que os e-mails seriam uma ótima ferramenta para os jornalistas realizarem entrevistas. “... além de menos enxeridas, permitem uma maior reflexão por parte do entrevistado”, justifica.

No livro também é comentado sobre: evolução dos computadores, computação gráfica, realidade virtual, holografia, teleconferência, sintetizador e reconhecimento de fala, roupas inteligentes, ambientes inteligentes, aparelhos inteligentes e interconetados, entre outros assuntos.

Comentários

Mais lidas da semana