Pular para o conteúdo principal

Destaques

Resenha: Ed e Lorraine Warren: Vidas Eternas – Robert Curran e Jack & Janet Smurl

Entre o ceticismo e a curiosidade, as histórias de Ed e Lorraine Warren conquistaram pessoas de vários países graças às adaptações para filmes de terror inspiradas em casos investigados pelo casal de investigadores paranormais. Levando em conta o interesse dos leitores, a editora DarkSide Books publicou o livro Ed e Lorraine Warren:Vidas Eternas, escrito por Robert Curran que conta a experiência vivida por Jack e Janet Smurl. A obra foi lançada em 2019, com tradução de Eduardo Alves.


Compre o livro Vidas Eternas: https://amzn.to/2nwUw5A

Histórias como a da família Smurl, ainda que sejam questionáveis sobre o que teria realmente acontecido, quais partes foram aumentadas e/ou inventadas pela família, pelo escritor e/ou pelos próprios investigadores paranormais, deixam um gosto de nostalgia e também nos fazem pensar no sucesso de adaptações com temáticas semelhantes para o cinema.

A humanidade sempre tenta explicar o que não consegue entender. Divididos entre ficar em negação e se acostum…

A prática da TV na Guanandi

Estudantes acompanham reportagem externa da TV Guanandi
Foto: Thaiany Regina
* Texto escrito por mim, Ben-Hur Oliveira, publicado no jornal impresso laboratorial da UCDB 'Em Foco', edição extra '72 Horas de Jornalismo'

Acadêmicos de jornalismo da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) visitaram a TV Guanandi nesta quarta-feira, 01 de junho. A visita fez parte do evento 72 Horas de Jornalismo, organizado pelo coordenador do Curso de Jornalismo da Universidade Católica Dom Bosco Oswaldo Ribeiro, em que os estudantes de jornalismo acompanharam a rotina dos profissionais de 11 veículos de comunicação de Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

Visitar uma emissora de televisão é o desejo de alguns estudantes que cursam jornalismo, seja para aprender mais na prática sobre o conteúdo de sala de aula, como para matar a curiosidade de como é a rotina de um jornalista televisivo. Abaixo você confere os relatos de três estudantes de jornalismo que visitaram a TV Guanandi, afiliada da TV Bandeirantes, e aprenderam mais sobre o jornalismo televisivo.

Estudante de jornalismo e estagiário da TV Guanandi, Renan Gonzaga, 22 anos, monitorou no período matutino os acadêmicos de jornalismo da Católica. “Lá na TV nós mostramos todo o processo de produção do telejornal Guanandi Notícias, desde a escolha da pauta, passando pela reportagem externa, até o processo final”, conta. O acadêmico que está cursando o sétimo semestre da graduação acredita que a visita foi importante para os calouros conhecerem a rotina de um jornalista televisivo. Os jovens puderam saber de perto o que eles vão exercer no futuro, quando estiverem formados, além de ter uma noção de qual área do jornalismo seguir. “Este tipo de contato é bom para quem é acadêmico, é enriquecedor”, argumenta.

Cursando o primeiro semestre de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo da UCDB, Viviane Almeida, de 19 anos, teve a oportunidade de acompanhar uma reportagem externa com a equipe de reportagem do telejornal. A jovem chegou às 8 horas na TV Guanandi. “Nós tínhamos uma pauta para fazer uma matéria sobre o leite, porque era Dia Mundial do Leite. Fomos para fazer uma matéria e acabamos fazendo duas”, diz. A estudante contou que a outra matéria improvisada, por conta de uma repórter que não pôde ir gravar, foi gravada na Câmara Municipal de Campo Grande, sobre os estádios, com o Presidente da Câmara Municipal e com o Secretário de Obras do Município. “Foi bem legal, pois além do Laboratório de Comunicação da Universidade Católica Dom Bosco (Labcom), onde aprendemos e realizamos atividades, nós conhecemos outros estúdios e formas de trabalhar”.

Thaiany Regina ficou responsável por monitorar o período vespertino. A acadêmica chegou às 14 horas na TV Guanandi. “Como monitora, eu acompanhei uma reportagem externa sobre antenas ilegais em espaço público”, narra. A acadêmica do quinto semestre de jornalismo achou interessante porque conheceu a redação, a ilha de edição, acompanhou a organização do estúdio, os bastidores do programa e a transmissão de um telejornal ao vivo. Um outro ponto interessante na visita relatado pela jovem foi o contato com os profissionais com quem conversou, recebeu dicas e ouviu histórias e experiências da carreira jornalística.

Comentários

Mais lidas da semana