Pular para o conteúdo principal

Destaques

Sobre rabiscos e telas brancas

A tela branca pode ser um convite à explosão criativa ou uma tortura ao artista que sente seu espírito definhando diante da pesada realidade. Em tempos de crise e ódio, a arte fica esquecida e é vista como desimportante; ironicamente, é quando mais precisamos dela, de algo que nos faça sentir vivo e toque as partes atordoadas.


O som dos dedos se movendo pelo teclado era como fantasmas de uma vida distante. É incrível perceber quantas vezes nós deixamos algumas partes nossas morrerem ao longo de nossas existências; as máscaras, antes tão confortáveis, agora incomodam e não nos servem mais. Leva tempo até ficarmos satisfeitos e ajustados à nova realidade. Viver é admitir que sabemos pouco sobre nós mesmos e há sempre algo novo que pode nos transformar, seja para o bem ou para o mal.

O artista encara a tinta respingando pela tela. Para o espectador sem intimidade, nada faz sentido, a desconexão de ideias é tormentosa; para ele, o lembrete de que sua arte nunca o abandonaria. Como poderia…

Escolas de jornalismo ensinam 10 maneiras de usar as mídias sociais

Achei um post interessante no Mashable sobre como as escolas de jornalismo têm ensinado sobre as mídias sociais, escrito por Vadim Lavrusik, em 2009. Decidi traduzir algumas partes, sintetizar e compartilhar aqui no blog. Apesar de já fazer parte da realidade, acredito que no Brasil, poucas instituições de ensino estão trabalhando essa temática dentro das graduações, e o conhecimento sobre o bom uso das mídias sociais pode fazer muita diferença no mercado de trabalho.

Para Lavrusik, com o começo da criação de cargos especiais para administrar as ferramentas de mídias sociais dentro das organizações jornalísticas, as escolas de jornalismo estão começando a reconhecer a necessidade de integrarem as mídias sociais dentro dos seus currículos. "Não significa que as aulas serão no Facebook ou Twitter, os quais vários estudantes já conhecem muito bem. Significa que os professores estão investigando como essas ferramentas podem ser aplicadas para enriquecer a arte da reportagem, produção de notícias e contar a história da melhor maneira possível", explica.

Abaixo seguem 10 formas ensinadas pelas escolas de jornalismo aos estudantes para usar as mídias sociais:

1- Promovendo conteúdos

As mídias sociais estão levando leitores para os sites de notícias e em muitos casos aumentando o tráfico. Isto não acontece somente por meio das contas utilizadas pelas organizações jornalísticas, mas as de seus escritores que tuítam, postam, compartilham e enviam links para os conteúdos da empresa. Cada escritor tem uma rede social, e usando as ferramentas de mídias sociais para promover e distribuir conteúdos, ocorre um aumento do número de leitores potenciais do artigo compartilhado.

2- Entrevistando

Embora sejam muitas vezes desaprovadas, as entrevistas feitas por e-mail tornaram-se regularmente usadas por repórteres. O mesmo conceito pode ser alcançado através de uma mensagem ou chat do Facebook, Google Talk, Seesmic, Skype.

3- Selecionar notícias e pesquisar

O poder de busca em tempo real está fornecendo aos jornalistas informações atualizadas sobre os últimos desenvolvimentos de qualquer novidades, tendências e acontecimentos, em todo o mundo.

4- Selecionar e construir uma lista de contatos

Além de conseguir informações de contato por meio dos perfis, é possível utilizar para procurar fontes ou tuítar questões relacionadas às reportagens.

5- Publicação com Ferramentas Sociais

Há várias ferramentas de mídias sociais que os jornalistas podem utilizar para publicar informações, e esta variedade é algo que os professores de jornalismo devem encorajar os estudantes a explorarem. Publicar por meio das ferramentas de mídias sociais pode ser tão simples quanto atualizar os leitores ou seguidores do Twitter durante uma notícia de última hora ou a construção de um site de notícias todo centrado em torno da conectividade e conversas do Facebook sobre notícias locais.

6- Integração entre blogs e websites

Muitos sites de notícias estão incorporando blogs em suas doses diárias de conteúdos e conversas com os leitores. Também pode ser usado para cobrir eventos.

7- Construção de comunidade e conteúdo rico

Construção de uma comunidade por meio do envolvimento das pessoas e discussão de assuntos importantes para a comunidade. De certa forma, as redes sociais são a nova página editorial, rica em opiniões e idéias.

8- Marca Pessoal

As redes sociais podem ser usadas para construir uma marca pessoal que pode ajudar os estudantes a conseguirem um emprego após a universidade.

9- Ética: lembre-se, você é ainda um jornalista

O reitor de assuntos estudantis da Columbia Graduate School of Journalism, Sree Sreenivasan explica que os estudantes devem ter cautela, pois o que um usuário posta, compartilha ou produz nas mídias sociais refletem no seu julgamento pessoal.

10- Experimente

Se uma ferramenta não está satisfazendo suas necessidades, tente outra ferramenta que funcione melhor. Os estudantes de jornalismo que experimentam as ferramentas podem aprender a usá-las e assim, aplicá-las quando entrarem no mercado de trabalho.

Confira o artigo na íntegra

Comentários

Mais lidas da semana