Pular para o conteúdo principal

Destaques

12 Graphic Novels que você precisa ler

Começou como uma forma de experimentação na leitura. Apesar de gostar de tirinhas, nunca tinha me aventurado pelo universo das graphic novels, como aconteceu há alguns anos – pelo menos, não de forma que me interessasse.

Percebo que cada vez mais pessoas estão se interessando pelos diferentes formatos de narrativas. Acho válida toda forma de contação de histórias e acredito que elas podem criar experiências complementares. Há espaço para todos gostos.


Com doze indicações de leitura, dá para ler um livro por mês ou ler todos em um só mês, dependendo do ritmo de leitura e da fome por histórias de cada um. Entre temáticas mais sociais e outras mais fantasiosas, as graphic novels podem ser uma porta de entrada para outros livros, como podem ocupar um espaço central no coração de quem é aficionado por histórias ilustradas.

Histórias que podem ir muito além de um passa-tempo, como se acreditava antigamente, mas também proporcionar reflexões sobre a vida, juntando o melhor dos dois mundos: d…

Resenha: Anjos do Sagrado Coração – Colleen Curran


Esta semana terminei de ler "Anjos do Sagrado Coração" (Whores On The Hill), livro escrito por Colleen Curran, lançado em 2005 e traduzido para o português em 2007 pela Editora Record. O primeiro romance da autora passa-se em Milwaukee, sua cidade natal, e conta a história de três estudantes de um colégio só para garotas.

A tradução literal do título do livro combina melhor com as personagens, "Putinhas da Colina", como elas são chamadas pelos outros e também se auto-denominam, já que de anjos elas não têm nada.

Recém-chegada no colégio, Thisbe faz amizade com Astrid e Juli, duas garotas desinibidas, irresponsáveis e problemáticas. As adolescentes estão sempre a procura de diversão, atenção e "glória", e acabam se colocando em situações constrangedoras e perigosas, como se fossem o ponto alto de suas vidas.

Escrita de forma fragmentada e mal estruturada, o livro lembra um diário de uma adolescente passando por um período de descobertas e confusões. Quando somos jovens, temos uma diferente perspectiva da vida. Tudo é novidade e legal. Quanto mais proibido, mais delicioso. No entanto, ao longo do livro, as jovens começam a perceber que tudo tem um preço.

Apesar das três serem amigas, cada uma tem suas diferentes qualidades, defeitos e inseguranças. Astrid se comporta como a experiente líder do grupo e passa uma imagem de segurança e confiança, quando na verdade está tentando procurar algum sentido para sua vida; Juli enfrenta problemas em sua casa e quando os seus pais se divorciam, a garota perde a cabeça, e acaba parando em uma clínica para recuperação e por fim, Thisbe, uma garota frágil, insegura e virgem, que encontra nas suas novas amizades força e atitude para se transformar, mas no fundo continua a mesma.

Sexo, drogas, bebidas, gravidez, aborto, paixões, estilo, divórcio, aparência, fofocas, suicídio, identidade, escola e amizades. Pegue todos os ingredientes de uma adolescência perturbada e misture, e o resultado será um livro sem sal, nem açúcar, crú e com o fundo queimado.

Comentários

Mais lidas da semana