Pular para o conteúdo principal

Destaques

Coronavírus e Saúde Pública: O momento não pede negação nem omissão | Ben Oliveira

Me tirar do sério não é fácil. Tenho mais de 8 anos de prática de yoga e uma paciência quase infinita. Mas quando se trata do que tem acontecido nos últimos tempos, impossível seria me silenciar.


Para começar: muitas pessoas religiosas e espiritualizadas acham erradamente que cultivar a não-violência é se silenciar diante do caos que esse DesPresidente tem causado. Não poderiam estar mais errados, afinal, ser omisso à violência é uma forma de aumentá-la.

O momento não pede negação nem omissão. Os brasileiros elegeram um homem sem empatia, que sempre se demonstrou ser frio, manipulador e ignorante.

Sim, ele é um reflexo de muitos que não tiveram acesso à educação ou desprezam a intelectualidade, mas é também alguém que não está colocando só a própria vida em perigo, mas de milhares de brasileiros ao ignorar as recomendações de saúde, protocolos de pesquisas com medicamentos e conhecimentos BÁSICOS de saúde: qualquer pessoa que tenha um conhecimento raso de biologia, química e estatísti…

Site filtra informações do Facebook e mostra importância da privacidade


Um site reúne publicações comprometedoras no Facebook. Chamado de "We know what you're doing..." (Nós sabemos o que você está fazendo), o site foi criado pelo desenvolvedor de sites Callum Haywood, de apenas 18 anos, e é um experimento sobre a privacidade nas redes sociais.

A frase completa no site é: "Nós sabemos o que você está fazendo... e achamos que você deve parar". Segundo o programador, todos os dados presentes no site são retirados diretamente do Facebook, eles não são censurados e podem ser acessíveis publicamente.


No site é possível entender um pouco como a privacidade (ou falta dela) pode afetar nossa vida pública. Os posts de usuários selecionados estão divididos nas seguintes categorias e chamam a atenção para o que temos publicado no Facebook:

− Quem quer ser demitido?

− Quem está de ressaca?

− Quem está usando drogas?

− Quem tem um novo número de telefone?

Callum Haywood chama a atenção para os posts definidos como públicos e a necessidade de mudar a configuração da privacidade. "Apenas tenha certeza que suas configurações de privacidade do Facebook são suficientes, por exemplo, não publique atualizações de status contendo materias potencialmente em risco como "público", porque eles tem uma grande chance de aparecerem em público Graph API".

Ainda segundo o programador, o problema não está no Facebook, pois quando usado corretamente, os controles de privacidade são muito bons. "O problema está em como as pessoas simplesmente não entendem os riscos de compartilharem tudo", ressalta Callum Haywood, no site do experimento.

Para mudar a privacidade, basta acessar https://www.facebook.com/settings/?tab=privacy e mudar a configuração de "público" para "amigos" ou "customizada".

Conheça o experimento: http://www.weknowwhatyouredoing.com/.

Comentários