Pular para o conteúdo principal

Destaques

Para Toda a Eternidade: Livro explora rituais funerários diversos

Entre a naturalidade e o espanto, o tradicional e o moderno, o ocidental e o oriental, Caitlin Doughty transmite ao leitor histórias de suas visitas a espaços e profissionais envolvidos com o universo mortuário. Uma das obras pedidas por quem já tinha lido Confissões do Crematório, o novo livro foi publicado no Brasil pela editora DarkSide Books, em junho de 2019, com tradução de Regiane Winarski e ilustrações de Landis Blair.


Compre o livro Para Toda a Eternidade (Caitlin Doughty): https://amzn.to/2R2FwqN

“Eu passei a acreditar que os méritos de um costume relacionados à morte não são baseados em matemática [...] mas em emoções, numa crença na nobreza única da própria cultura da pessoa. Isso quer dizer que consideramos os rituais de morte selvagens apenas quando eles não são como os nossos” – Caitlin Doughty, Para Toda a Eternidade
Dá para ler tranquilamente Para Toda a Eternidade sem ter lido Confissões do Crematório, mas acredito que as duas leituras são complementares. Enquanto na p…

Novas Funções da Assessoria de Imprensa


Na aula de hoje de Assessoria de Imprensa lemos o trabalho "A Nova Assessoria de Imprensa", apresentado pela jornalista e Mestranda em Comunicação Social na PUC-RS, Laura Maria Gluer,  no Núcleo de Relações Públicas e Comunicação Organizacional, do XXVI Congresso Anual em Ciência da Comunicação, realizado em Belo Horizonte (MG), nos dias 02 a 06 de setembro de 2003.
O trabalho aborda as mudanças ocorridas na atividade de assessoria de imprensa, por conta do desenvolvimento e surgimentos de novas tecnologias e também da sociedade informacional.
Ainda de acordo com a autora, entre os destaques deste novo modelo de sociedade estão a instantaneidade e a diversidade da difusão de informações. Se antigamente, a empresa deveria lidar com as situações após elas acontecerem, com o aumento da velocidade de transmissão, alguns eventos são realizados e transmitidos em tempo real para diversas regiões, pedindo uma reação instantânea e transparente da organização.
Os profissionais, por exemplo, passam por treinamentos de mídia para que saibam lidar com situações de crise. Ainda em situações negativas, a empresa deve explicar o acontecido e gerenciar a situação, de forma a evitar danos à imagem da instituição.
As atividades do profissional de assessoria de imprensa aumentaram e vão além do simples envio de um release. O assessor de imprensa hoje também pode ser considerado um produtor e executivo de informações, atuando de forma ampla na área de comunicação organizacional. A autora aponta algumas novas funções deste profissional, como editar publicações, elaborar conteúdos para internet, planejamento, gestão de equipes, comunicação interna, entre outras.

Comentários

Mais lidas da semana