Pular para o conteúdo principal

Destaques

Causa Autista, História e Divergências Políticas no mundo inteiro

Para quem acha que o que acontece no Brasil é inédito, basta conhecer a história do autismo. As divergências políticas são parte da história do autismo. Cada conquista aconteceu por causa das lutas dos movimentos sociais organizados.


Leia: A História do Autismo: 10 Motivos para ler o livro Outra Sintonia

O Brasil não inventou o fogo. As pessoas poderiam fazer escolhas melhores se estudassem mais. Serve para quem quer falar de política, mas não conhece as questões biológicas também.

Sobre o mundo das organizações brasileiras, já falei algumas vezes: nenhuma me contempla. Nenhum dos lados acerta sempre nem vai acertar, pois cada lado tem seu viés e puxa mais para o que acredita.

O que é melhor para um autista, pode não ser para o outro, seja por questões sociais ou neurobiológicas: o assunto SEMPRE será complexo, pois o autismo é complexo, não é simples como as pessoas fazem parecer.

Quem paga o preço? Quem é invisibilizado. Quem já tem diagnóstico, dificilmente se importa com os que não…

Imprensa Gay no Brasil


No artigo "Voz da diversidade: Os discursos da imprensa gay masculina no Brasil", escrito por Gean Oliveira Gonçalves, participante do projeto de pesquisa sobre os discursos da mídia brasileira especializada na temática gay, o autor apresenta um pouco sobre a história da homossexualidade no Brasil e o nascimento da imprensa gay brasileira.

De forme sucinta, o autor explica como a temática homossexual era tratada antes de tornar-se específica no jornalismo. A temática era trabalhada em diferentes áreas e o discurso estava relacionado à construção da identidade gay no Brasil, época marcada por conceitos e pré-conceitos.

Segundo o autor, um dos papeís da mídia gay era o de desconstruir e transformar os discursos da identidade gay, que era vista como sexualidade desviante e impulsiona uma mobilização pelos direitos e pela liberação sexual. De acordo com Gean Oliveira Gonçalves, uma das propostas da mídia gay, desde o seu nascimento, era o de lutar pelo fim da discriminação e visibilidade social dos homossexuais.

No trabalho o autor cita três publicações e suas diferentes fases da mídia gay brasileira no Brasil: O Lampião da Esquina, jornal alternativo, militante e vanguardista para homossexuais surgido em 1978 e extinto em 1981; Sui Generis, nascida em 1994, a revista durou até o ano 2000 e tem como destaque o mercado GLS, um mercado segmentado para este público; e a DOM - De Outro MOdo, revista sobre comportamento e cultura gay pós-moderna.

Confira o artigo na íntegra: http://www.usp.br/alterjor/Gean_voz.pdf.

Comentários

Mais lidas da semana