Pular para o conteúdo principal

Destaques

Autismo: Profissionais antiéticos envolvidos com tratamentos proibidos e perigosos

Quando lancei uma campanha contra tratamentos sem evidências científicas do autismo, tive pouquíssimo apoio. Isso me ajudou a ver quem é quem, quem coloca as cartas na mesa ou não, quem está/estava com medo.


Infelizmente, além de estarmos abertos às ameaças abertas ou veladas, também existe muito silenciamento; muitas famílias fazendo tratamentos que são proibidos e perigosos e profissionais antiéticos que deveriam ser processados e/ou deveriam perder a licença.

Em vários países, isso já deu processos e prisões, mas no Brasil, nada é como deveria ser. Alguém fica chocado de viver no mundo invertido?

Tem gente que adora brincar com fogo. Gente que difama autistas adultos e quase implora por um processo.

Preciso lembrar que essas coisas são crimes? Ah, não sabia? Agora já sabe.

Uma dica: A verdade demora, mas ela sempre vem. Não é que o Xadrez nos ensina algumas coisas?
Quanto à impunidade e a desinformação, pode ter certeza que vou continuar fazendo minha parte de passar informações de …

Resenha: Teoria do Conto - Nádia Batella Gotlib


Escrito pela Livre-docente em Literatura Brasileira pela Universidade de São Paulo, Nádia Battella Gotlib, e publicado originalmente em 1990, o livro "Teoria do Conto" tem como proposta explicar o gênero literário Conto que faz sucesso por conta do seu tamanho reduzido e pelo gosto por contar e ouvir estórias.

A autora comenta que ao longo dos anos existiu uma dificuldade em definir o conto, suas especificidades e suas mudanças ocorridas durante a história. Nádia Battella Gotlib cita teóricos e contistas, como Horacio Quiroga, Mário de Andrade, Maupassant, Machado de Assís, Guimarães Rosa, Edgar Allan Poe, Grimm, entre outros.

Segundo Nádia Gotlib e os autores utilizados como referência, uma das características do conto é a de narrar um acontecimento de interesse humano. Essas narrativas não precisam necessariamente serem reais, mas mesmo com ficção, derrubam as barreiras entre o que é realidade ou não.

As concepções de conto, novela e romance mudaram de acordo com a época e com a região. Um dos tipos de contos citados pela autora é o conto maravilhoso, no qual a estória de forma simples permanece depois de anos e pode ser recontada. Entre as características estão a falta de precisão histórica e a generalidade.

Já o conto literário atual, Nádia Battella Gotlib comenta que corresponderia a Novela, segundo Jolles, pois tenta levar a visão do seu criador e por ter como uma de suas marcas um acontecimento impressionante.

Ao longo do livro, a autora comenta estudos linguísticos sobre o conto maravilhoso e a narrativa em geral, regras para o desenvolvimento de narrativas, tramas e elementos. Nádia ainda comenta os pontos em comum e divergentes entre os teóricos e conclui que cada conto é um caso, por causa de suas peculiariedades e desdobramentos.

Comentários

Mais lidas da semana