Pular para o conteúdo principal

Destaques

Antraz: Documentário da Netflix revela investigações feitas pelo FBI durante anos

Um pouco após os atentados terroristas contra as torres gêmeas, em Nova Iorque, Estados Unidos, no 11 de setembro de 2001, uma ameaça de antraz colocou as autoridades, como o FBI em alerta, e espalhou pânico nos norte-americanos devido à facilidade de se espalhar sem as pessoas saberem.  Dirigido e roteirizado por Dan Krauss e produzido pela Netflix e pela BBC, 21 anos após o ataque e o primeiro caso de circulação do antraz, o documentário Antraz: EUA Sob Ataque (The Anthrax Attacks) leva o telespectador para as investigações do FBI que duraram anos. O que a princípio foi alvo de muita pressão para a solução do caso, principalmente pelo medo dos norte-americanos do esporo da bactéria continuar se espalhando pelas cartas e fazendo mais pessoas adoecerem e/ou morrerem, logo foi caindo no esquecimento conforme as investigações desenrolavam fora dos holofotes.  Com a proximidade do caso do ataque às torres gêmeas, à primeira vista, o pânico generalizado fez com quem os norte-americanos

Resenha: Teoria do Conto - Nádia Batella Gotlib


Escrito pela Livre-docente em Literatura Brasileira pela Universidade de São Paulo, Nádia Battella Gotlib, e publicado originalmente em 1990, o livro "Teoria do Conto" tem como proposta explicar o gênero literário Conto que faz sucesso por conta do seu tamanho reduzido e pelo gosto por contar e ouvir estórias.

A autora comenta que ao longo dos anos existiu uma dificuldade em definir o conto, suas especificidades e suas mudanças ocorridas durante a história. Nádia Battella Gotlib cita teóricos e contistas, como Horacio Quiroga, Mário de Andrade, Maupassant, Machado de Assís, Guimarães Rosa, Edgar Allan Poe, Grimm, entre outros.

Segundo Nádia Gotlib e os autores utilizados como referência, uma das características do conto é a de narrar um acontecimento de interesse humano. Essas narrativas não precisam necessariamente serem reais, mas mesmo com ficção, derrubam as barreiras entre o que é realidade ou não.

As concepções de conto, novela e romance mudaram de acordo com a época e com a região. Um dos tipos de contos citados pela autora é o conto maravilhoso, no qual a estória de forma simples permanece depois de anos e pode ser recontada. Entre as características estão a falta de precisão histórica e a generalidade.

Já o conto literário atual, Nádia Battella Gotlib comenta que corresponderia a Novela, segundo Jolles, pois tenta levar a visão do seu criador e por ter como uma de suas marcas um acontecimento impressionante.

Ao longo do livro, a autora comenta estudos linguísticos sobre o conto maravilhoso e a narrativa em geral, regras para o desenvolvimento de narrativas, tramas e elementos. Nádia ainda comenta os pontos em comum e divergentes entre os teóricos e conclui que cada conto é um caso, por causa de suas peculiariedades e desdobramentos.

Comentários

Mais lidas da semana