Pular para o conteúdo principal

Destaques

Sobre rabiscos e telas brancas

A tela branca pode ser um convite à explosão criativa ou uma tortura ao artista que sente seu espírito definhando diante da pesada realidade. Em tempos de crise e ódio, a arte fica esquecida e é vista como desimportante; ironicamente, é quando mais precisamos dela, de algo que nos faça sentir vivo e toque as partes atordoadas.


O som dos dedos se movendo pelo teclado era como fantasmas de uma vida distante. É incrível perceber quantas vezes nós deixamos algumas partes nossas morrerem ao longo de nossas existências; as máscaras, antes tão confortáveis, agora incomodam e não nos servem mais. Leva tempo até ficarmos satisfeitos e ajustados à nova realidade. Viver é admitir que sabemos pouco sobre nós mesmos e há sempre algo novo que pode nos transformar, seja para o bem ou para o mal.

O artista encara a tinta respingando pela tela. Para o espectador sem intimidade, nada faz sentido, a desconexão de ideias é tormentosa; para ele, o lembrete de que sua arte nunca o abandonaria. Como poderia…

Projeto arrecada livros para comunidades ribeirinhas da Amazônia


Um projeto existente desde 2008 é responsável por incentivar e estimular o prazer da leitura em comunidades ribeirinhas do Amapá, Pará e outras comunidades da Amazônia ao Chuí. Idealizado por Jonas Banhos, o projeto se chama Biblioteca Itinerante Barca das Letras e conta com um blog, no qual são divulgadas informações das doações realizadas.

O projeto da Barca das Letras distribuí livros, gibis, revistas, brinquedos e material escolar arrecadados em campanhas permanentes em Brasília e São Paulo. No blog também é possível conferir locais onde é feita a doação de livros para as crianças ribeirinhas da Amazônia, como participar como voluntário e informações gerais.

A Barca das Letras é formada por trabalho voluntário e faz parte do Movimento Nossa Casa de Cultura e Cidadania.

Saiba mais sobre o projeto Barca das Letras 

Comentários

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana