Pular para o conteúdo principal

Destaques

Espectro Autista: Reflexão sobre conscientização do autismo

Vez ou outra eu recebo mensagens de pessoas pedindo ajuda sobre como trazer mais conscientização em lugares nos quais pouco se sabe sobre autismo. Nem toda cidade tem especialista em autismo, isso é um fato que todo mundo que já precisou de um, sabe como é. Minha dica é: compre/arrecade livros ATUALIZADOS sobre o assunto e/ou livros de ficção (com personagens autistas) e/ou livros escritos por autistas. Recomendo firmemente a literatura, já que a leitura trabalha a empatia e fica mais fácil dos neurotípicos entenderem como é estar 'na nossa pele', mesmo que por alguns minutos.


Não vai dar livro desatualizado, que é um desserviço. Já tem muita desinformação no Brasil. Eu poderia fazer uma lista sobre todos absurdos que leio, mas não vou.

Enfim, não dá para fugir da leitura. Infelizmente, muitos conteúdos brasileiros estão defasados, outros logo vão estar por causa das alterações do CID11 do Espectro Autista [só entra em vigor em 2022]. Tem muita coisa boa produzida pela comunid…

Resenha Lola e o garoto da casa ao lado – Stephanie Perkins


Texto: Ben Oliveira

Lola e o garoto da casa ao lado é o nome do livro escrito pela mesma autora de Anna e o Beijo Francês, Stephanie Perkins, publicado no Brasil pela editora Nova Conceito, em 2012. O livro conta a história de uma menina apaixonada pelo seu namorado roqueiro, Max, um bad boy, cujos pais não aprovam o relacionamento da garota, porém a vida dela vira de pernas pro ar quando os gêmeos Bell, seus antigos vizinhos retornam para a casa em que moravam.

Narrado em primeira pessoa do singular, Lola e o garoto da casa ao lado traz alguns ingredientes em seu enredo que deixam a história mais interessante, como a protagonista ser filha adotiva de um casal de pais gays e filha biológica da irmã de um dos seus pais.

Para quem gostou do primeiro livro lançado por Stephanie Perkins, em Lola e o garoto da casa ao lado, os personagens Anna e St. Clair estão de volta. Lola sente inveja do relacionamento entre os dois, mesmo quando estava namorando com Max, até descobrir que pode ter algo tão bom quanto o namoro dos amigos.

Quem nunca teve uma paixão – platônica ou não – pelo vizinho? A vida de Lola estava boa e o relacionamento com Max também, até a garota dar de cara com Cricket Bell, seu vizinho e antiga paixão.

Lola sempre foi apaixonada por Cricket e teve o seu coração quebrado, além de nutrir um sentimento de inveja e admiração por Calliope, irmã dele e patinadora profissional.

Não são só os pais de Lola que não gostam de seu namorado Max. Lindsey, Anna e St. Clair também sentem que algo está errado no relacionamento entre os dois. O leitor fica entretido com o livro e torcendo para que a protagonista fique ao lado de sua antiga paixão, o vizinho que nunca a esqueceu.

Embarque nessa leitura, onde você é atraído para uma viagem de autodescoberta, crises e paixões da adolescente Lola, e só conseguirá deixar o livro de lado quando chegar na última página. Stephanie Perkins prova com seus livros que uma boa história não precisa de um enredo complexo e que com uma linguagem simples, é possível cativar quem está lendo do começo ao fim.

Comentários

Mais lidas da semana