Pular para o conteúdo principal

Destaques

Twin Flames – Nikki Rowe

Apenas outra fotografia de uma foto do meu passado.  Nossas almas souberam amar, mas nossos egos ganharam o papel, de sabotagem, corações partidos.  Cheios de promessas vazias de reacender das estrelas.  Cosmicamente conectados, entrelaçados na chama,  Podemos fazer diferentes jornadas terrestres por enquanto, mas meu espírito ainda está com você a cada momento que você acorda.  Você não se separa de um amor assim facilmente, de qualquer maneira.  – Nikki Rowe

Circo Nacional da China em Campo Grande (MS)

O Circo Nacional da China estará em Campo Grande (MS) até este domingo, 15 de setembro de 2013, apresentando a turnê “A Bela Adormecida”. Ontem fui assistir ao espetáculo e fiquei encantado com os movimentos dos artistas. Em diversos momentos não conseguia parar de pensar na disciplina necessária para que o público fique impressionado com tanta flexibilidade, acrobacia, resistência, energia e sincronismo.

Artistas do Circo Nacional da China mesclam acrobacias, malabarismo, equilibrismo e dança. Foto: Divulgação.

Depois de ficar quatro anos sem se apresentar no Brasil, o Circo trouxe um espetáculo premiado na Olimpíada Nacional da China. Para quem ainda não assistiu, recomendo. Mesmo aos que acham o preço salgado, afinal, com tanto preparo, produção, cenário, efeitos visuais, treino, cada centavo gasto vale a pena.

Apesar de alguns problemas de organização no início, por exemplo, clientes que tinham comprado seus ingressos em um site de compras coletivas e descobriram na hora que suas cadeiras ficavam nas últimas fileiras, tudo ocorreu melhor do que o esperado. O público estava impaciente, até que a locutora anunciou que o espetáculo começaria em instantes.

Chineses jovens mostraram porque vieram ao nosso país. Esbanjando simpatia, a arte do Circo Nacional da China fascina desde as crianças e adolescentes até os adultos e idosos. Não há como assistir aqueles artistas com seus figurinos se movimentando pelo palco e não se sentir maravilhado. Do começo ao final do espetáculo, achei incrível como o corpo pode funcionar quando bem treinado e expressar tantas sensações, a ponto de se contar uma história sem narradores e diálogos, onde a atuação dos próprios personagens dispensa qualquer outro recurso narrativo. Tantas perguntas se passaram na minha cabeça naqueles minutos. Quantas horas os artistas treinam por dia? Como suas rotinas devem ser regradas e exaustivas? Imagino que tantos aplausos, gritos e elogios devem recompensar tanto esforço.

Na noite de ontem, fiquei de boca aberta, literalmente, ao ver aquela performance ser realizada com tanta graça, precisão e delicadeza, despertando a emoção em quem está assistindo. Em cima do palco, é como se cada segundo tivesse seu momento certo para acontecer e um simples erro poderia causar algum acidente.

A história mostra o príncipe em uma floresta cheia de animais ao lado de sua princesa. A personificação do mal surge com seus ajudantes e fazem a jovem princesa adormecer. Como em todo bom conto de fadas, somente após enfrentar os seus medos e o inimigo, o príncipe beija a princesa e os dois ficam juntos e felizes. No meio da história são mostrados tantos saltos, movimentos que exigem equilíbrio e paciência, sincronia e agilidade.

Serviço – As sessões neste domingo, 15 de setembro, acontecem às 17h e às 20h. Os ingressos são vendidos de acordo com o setor escolhido, custando R$ 120, R$ 100 e R$ 80, respectivamente. O Palco Brasil fica no estacionamento do Shopping Campo Grande.

O G1 de Mato Grosso do Sul gravou uma reportagem onde é possível acompanhar um pouco dos ensaios do Circo Nacional da China. Confira: http://g1.globo.com/videos/mato-grosso-do-sul/t/todos-os-videos/v/magia-do-circo-nacional-da-china-chega-a-campo-grande/2823227/

Comentários

Mais lidas da semana