Pular para o conteúdo principal

Destaques

Autismo: Entre fofocas e intrigas

Aviso aos bonitos e bonitas que sempre jogam meu nome e dos colegas nos grupos de Facebook e WhatsApp: alguém de vocês sempre solta algo e de um jeito ou de outro, chega até mim.


Minha dica é: quer falar mal? Fala à vontade. Se quiser, eu falo junto. Não tenho vergonha de fazer autocrítica, aliás, recomendo a todos.

Agora, se me difamar e/ou queimar minha reputação, o bicho pega.

Nesta página, não trabalho com indiretas. Só com diretas mesmo.

Já disse que nem todo autista é bonzinho, né? 😈

Dica para os anjinhos e neurotípicos: Arranjem hobbies e outros hiperfocos, ocupem a cabeça com outras coisas que não sejam só esse mundinho de intrigas do autismo.

Um grande filósofo pós-moderno, Benstein Oliveira disse que a fofoca viaja à velocidade da luz e que ela vem de todos cantos e cores do autismo. Nem WhatsApp eu uso, mas as conversas de lá sempre chegam aqui. Por que será, gente?

Formado em Harvard na arte das fofocas chegarem até mim. Parece que sou ímã para embuste.

Leia também:
Autism…

5 Motivos para dar Livros de Presente

Você já se perguntou por que é uma boa ideia dar livros de presente? Sempre que está se aproximando o aniversário de algum amigo, eu não consigo pensar em outra opção do que um bom livro. Pode ser uma biografia, um romance, um livro de contos, crônicas, autoajuda, técnicos, não importa qual seja o gênero, leituras sempre nos transformam e ajudam nossas vidas a melhorarem, seja de forma direta ou indireta.

Por que dar livros de presente?

Livros são bons presentes a qualquer hora. Seja para divertir, passar o tempo, ensinar, conhecer outros países e mundos fictícios, entender melhor sobre a própria vida e o comportamento dos outros, desenvolver estratégias para ganhar dinheiro, encontrar estabilidade financeira e emocional, ficar por dentro do que acontece no mundo.

Confira abaixo 5 motivos para dar Livros de Presente:

Entretenimento – Um livro pode ser uma ótima forma de se esquecer dos problemas, viajar pelas páginas, conhecer outros mundos e viver a aventura como se você fosse o próprio protagonista. Assim como no final de filmes, nós ficamos com uma sensação de bem-estar, muitos livros têm este efeito catártico sobre as pessoas.

Imaginação – Em tempos onde a televisão e a internet entregam na bandeja tudo o que temos vontade de saber, com o excesso de informações, as pessoas procuram sempre buscar soluções rápidas e fáceis para tudo. O livro ajuda a desenvolver a imaginação, fazendo com que o leitor se coloque na pele dos personagens, visualize os cenários, sinta alegria e dores e mesmo depois de horas ou dias, ainda continue pensando naquela história, ajudando a exercitar o cérebro, estimulando sua memória e contribuindo para sua saúde.

Informação – Quem lê costuma manter-se atualizado e saber um pouco sobre tudo, mesmo que não consiga utilizar estas informações no dia-a-dia e transformá-las em conhecimento. Lendo centenas de páginas sobre determinado assunto, você consegue obter mais informações do que ao ler uma reportagem ou até mesmo ver o tema sendo comentado de forma breve em uma reportagem televisiva de curta duração. Um dos principais conselhos dados por jornalistas e escritores é “leia de tudo”.

Conhecimento – Durante a escola e universidade, somos incentivados a ler para buscar conhecimento. A leitura é uma boa maneira de se especializar em um assunto. Mesmo para quem não estuda em alguma instituição, através dos livros é possível aprender, tanto é que existem milhares de pessoas autodidatas pelo mundo. Seja para aprender outra língua, entender melhor sua área de atuação profissional, ficar por dentro das técnicas e teorias sobre as áreas de conhecimento, os livros são uma boa forma de transformar as informações em conhecimento.

Reflexão – Seja para refletir sobre a própria vida, por meio dos livros de autoajuda que promovem maneiras do indivíduo melhorar e buscar uma vida mais saudável e equilibrada, ou numa narrativa onde passamos por problemas e conflitos dramáticos parecidos com os dos personagens e no final tudo dá certo, ficando mais abertos aos diferentes modos de pensar e viver ou mergulhando na leitura de áreas que procuram entender o comportamento humano, como os livros de Psicologia, Filosofia, Sociologia, Comunicação, Linguística e demais áreas relacionadas.

Da próxima vez que for comprar algum presente de aniversário, Natal, formatura, dia dos namorados, casamento, amizade, amigo secreto ou até mesmo sem um motivo específico, considere adicionar os livros na sua lista de presentes.

Comentários

  1. É sempre bom ganhar livros. E concordo com esses 5 motivos! :) .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas, realmente é uma delícia ganhar livros, mas dá-los também é ótimo, principalmente quando você foi um dos autores. Com o fim da minha graduação, dei alguns exemplares para os professores que fizeram parte da minha formação durante os 4 anos.
      Abraços e obrigado pelo comentário!

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana