Pular para o conteúdo principal

Destaques

Resenha: Você – Caroline Kepnes

Frieza e perversão. Se eu pudesse resumir Joe em duas palavras seriam essas. O livro Você (You), da autora Caroline Kepnes nos leva para uma viagem para a mente doentia de um homem capaz de tudo para obter seu prazer. A obra foi publicada no Brasil pela Editora Rocco, com tradução de Alexandre Martins, em 2018.

Compre o livro Você (Caroline Kepnes): https://amzn.to/2Cp2CnR
Um jogo de gato e rato. Joe é dono de uma livraria, onde ele mantém não só sua obsessão por livros antigos e raros, como uma jaula que pertencia ao proprietário anterior. Com um passado traumático, o personagem desliga suas emoções e se aventura à procura de sua próxima vítima, alguém em quem possa projetar seus ideais românticos, ainda que unilaterais.
“Eu subo trotando e me sento para uma sessão de Beck, que consiste em escutar Rare and Well Done, olhar fotos suas que roubei do Facebook, assistir a cena de A Escolha Perfeita sem som. Eu me perco tanto nisso que amanhece na livraria e eu deveria estar cansado por caus…

Documentário sobre o Budismo e a história de Buda

O Budismo e a história de Buda têm atraído a atenção de pessoas do mundo todo, desde o seu surgimento. Visto como uma religião, filosofia de vida, ciência da mente ou alternativa terapêutica para lidar com os problemas, um vídeo do Youtube, de 1 hora e 34 minutos de duração, compilou alguns documentários sobre o budismo, no qual a figura de Sidarta Gautama é revelada e quais foram os seus caminhos em busca da iluminação e transformação em Buda (aquele que desperta).

Assim como Buda alcançou o Nirvana e aprendeu a controlar a própria mente, milhões de pessoas procuram no budismo uma maneira de encontrarem paz e felicidade e lidar com os sofrimentos da vida, através da meditação e do equilíbrio.

Popularmente conhecido como Buda, Siddhartha Gautama tem uma história inspiradora. Apesar de ser visto como uma lenda, Buda foi um homem que se aventurou em busca da sabedoria. No documentário, vimos que Sidarta teve uma infância cercada pela riqueza e luxo, cujo pai acreditava que assim o privaria dos sofrimentos da vida e ele fosse se tornar o Imperador da Índia.

Introspectivo e curioso, Sidarta Gautama passa por quatro jornada, cada uma com um aspecto da vida: na primeira ela vê um homem velho, na segunda um homem doente, na terceira a morte e na quarta um homem espiritual. Aprendendo sobre os sofrimentos que ele desconhecia, pois havia sido privado por seu pai, o impacto das jornadas fizeram com que o homem se interessasse pela espiritualidade. Então, depois de casar e ter filhos, Sidarta abandou sua família e casa para buscar as respostas da vida.

Com uma jornada marcada por novas descobertas, Sidarta aprendeu mais sobre a meditação e alteração dos estados de consciência e refletiu ao ver um tocador de cítara, percebendo que “é no meio que se encontra perfeita harmonia”.

Depois de aprender que a resposta estava no caminho da moderação, Sidarta fica embaixo de uma árvore e decide sair de lá somente depois que alcançar a sabedoria que desejava. Então, ele enfrenta Mara, o Senhor do Desejo, que, na verdade, é a representação de todos os seus desejos. Sidarta Gautama enfrente seus próprios desejos, suas próprias tentações e demônios, ao se focar no movimento da respiração e descobre que é capaz de se equilibrar. “A terra é minha testemunha”, disse o homem ao tocar o chão.

Sidarta passa a se chamar de Buda, “o desperto iluminado”. Ele cria o Dharma, com as leis fundamentais e se dedica até o resto da sua vida a ensinar o que tinha aprendido aos outros sobre o caminho da iluminação e ajudá-los a conquistarem o que o próprio Buda levou anos para entender. O sucesso de Buda na Índia e no mundo se dá ao fato dele ajudar os humanos a lidarem com a questão do sofrimento, do universo interior e da própria mente, responsável pela insatisfação e sofrimento.

Confira o documentário sobre o Budismo e a vida de Buda:

Comentários

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana