Pular para o conteúdo principal

Destaques

Pediatras recomendam que pais leiam livros para bebês e crianças

A leitura de livros é recomendada desde os primeiros anos de vida. Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, os pais devem ler para as crianças, tanto para desenvolver a afetividade quanto para estímulo cerebral.


Compre livros infantis:https://amzn.to/2T36xL7

Em entrevista ao Portal Clickbebê, a neuropediatra Liubiana Arantes Araújo comentou que nessa fase da vida é importante estimular as crianças através da leitura e mostrar como uma atividade prazerosa, ajudando com o desenvolvimento do cérebro e facilitando o aprendizado.

Assista ao vídeo:



"Receitar livros" é uma prática recomendada pela Academia Norte-Americana de Pediatras e pela Sociedade Brasileira de Pediatras. No Brasil, a prática conta com o apoio do Itaú Socialque tem um projeto de incentivo à leitura para a criança e já distribuiu mais de 51 milhões de livros impressos, entre eles milhares de obras em braile e com fonte expandida para pessoas com deficiência visual.

De acordo com informações da Sociedade Brasil…

Cremilda Medina ministra conferência sobre narrativas na Universidade de Sorocaba

No dia 26 de maio, segunda-feira, a partir das 14h, o Grupo de Narrativas Midiáticas (NAMI) do Programa de Mestrado em Comunicação e Cultura da Uniso (Universidade de Sorocaba) recebe a Profa. Dra Cremilda Medina, que ministrará a conferência "Narrativas da Contemporaneidade".

Capa do livro Atravessagem, da jornalista e
pesquisadora Cremilda Medina. Foto: Divulgação.
Na oportunidade, ela lançará o livro Atravessagem: Reflexos e Reflexões na Memória de Repórter (Summus Editorial). Atravessagem mescla reflexões sobre a profissão de repórter e grandes reportagens realizadas por ela durante a carreira da jornalista, pesquisadora, professora e jornalista.

Sobre Cremilda Medina – Nascida em Portugal, Medina deixou o Porto ainda pequena com a família, que se estabeleceu em Porto Alegre (RS). Formada em jornalismo e em letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, atuou como jornalista, profissão que seguiu praticando ao chegar em São Paulo em 1971 -- onde foi editora de artes e cultura do jornal O Estado de S. Paulo (1975-1985).  Autora de 15 livros sobre comunicação e literaturas de língua portuguesa, organizou 52 coletâneas sobre diferentes temáticas.

Atualmente é professora titular da Universidade de São Paulo, onde realizou o mestrado (1975), o doutorado (1986), a livre-docência (1989) e a titularidade (1993). Na USP, é orientadora de dois cursos de pós-graduação – Ciências da Comunicação, na Escola de Comunicação e Artes, e Prolam (Programa Latino-Americano de Pós-Graduação).

Onde: Auditório do Bloco D – Universidade de Sorocaba (UNISO)
Cidade Universitária – Rodovia Raposo Tavares, km, 92,5
Sorocaba - SP

Informações: Tel.: (15) 2101-7104 (de segunda à sexta-feira, das 9h às 17h).

*Informações das Profas. Dras. Miriam Cristina Carlos Silva, Monica Martinez e Tarcyanie Cajueiro (NAMI) / Programa de Mestrado em Comunicação e Cultura da Universidade de Sorocaba – UNISO

Comentários

Mais lidas da semana