Pular para o conteúdo principal

Destaques

Autismo: Profissionais antiéticos envolvidos com tratamentos proibidos e perigosos

Quando lancei uma campanha contra tratamentos sem evidências científicas do autismo, tive pouquíssimo apoio. Isso me ajudou a ver quem é quem, quem coloca as cartas na mesa ou não, quem está/estava com medo.


Infelizmente, além de estarmos abertos às ameaças abertas ou veladas, também existe muito silenciamento; muitas famílias fazendo tratamentos que são proibidos e perigosos e profissionais antiéticos que deveriam ser processados e/ou deveriam perder a licença.

Em vários países, isso já deu processos e prisões, mas no Brasil, nada é como deveria ser. Alguém fica chocado de viver no mundo invertido?

Tem gente que adora brincar com fogo. Gente que difama autistas adultos e quase implora por um processo.

Preciso lembrar que essas coisas são crimes? Ah, não sabia? Agora já sabe.

Uma dica: A verdade demora, mas ela sempre vem. Não é que o Xadrez nos ensina algumas coisas?
Quanto à impunidade e a desinformação, pode ter certeza que vou continuar fazendo minha parte de passar informações de …

Lançamento: Como Encontrar uma Linda Princesa – Ricardo Viveiros

O jornalista e escritor Ricardo Viveiros lançará no dia 08 de junho, em São Paulo, o seu terceiro livro infantojuvenil Como Encontrar Uma Linda Princesa, publicado pela Editora Gaivota, com 32 páginas, no formato 19 x 26 cm (preço sugerido: R$ 32,50). A obra revela a força da menina que, gentil e delicada como toda garota deve ser, demonstra coragem para enfrentar um problema físico e lutar pela inclusão mesmo em um “reino perfeito”. As ilustrações são assinadas por Alexandre Rampazo.

A história reúne todos os elementos de um reino encantado: terra distante, justos governantes, povo feliz, um mago e uma bruxa em eterno confronto. A princesa, porém, é alguém “especial”.

“Além da luta entre o bem e o mal, o livro aborda a superação de um problema físico e o dilema de um casal de reis na preconceituosa torcida entre ter um menino ou uma menina”, comenta o autor.

O livro "O poeta e o passarinho", o primeiro do autor no gênero, com ilustrações de Rubens Matuck, está na quarta edição e foi um dos selecionados pelo programa do Itaú Social. Viveiros escreveu também "Saudade", com ilustrações de Zélio Alves Pinto, que também teve grande repercussão de crítica e público.

Sobre o autor – Ricardo Viveiros nasceu no Rio de Janeiro em 1950, mas mora em São Paulo desde 1976. Sua infância foi de um típico garoto carioca, brincando na rua, andando de bicicleta, jogando bola, subindo em árvores e namorando. O gosto pelos estudos só era superado pelo encantamento por histórias lidas em livros ou ouvidas dos mais velhos, o que sedimentou o caminho para a carreira de jornalista e escritor. Viveiros trabalhou em jornais, revistas, rádios e TVs, e atuou ainda como ator, professor, diretor de museu, palestrante e produtor artístico. Escreveu 32 livros em vários gêneros, como: Poesia, Reportagem, Biografias, História, Arte, Crônicas além dos já citados infantojuvenis.

Sobre o ilustrador – Alexandre Rampazo é formado pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo. Atuou por muito tempo como diretor de arte para publicidade e também desenvolveu capas de livros e projetos editoriais. A partir de 2007, passou a se dedicar integralmente à ilustração e à literatura infantil. Rampazo abusa das pinceladas, texturas e colagens. Ele localiza na infância o despertar pelo gosto de desenhar, fazendo suas próprias histórias e as ilustrando. Aos poucos, o que começou como uma brincadeira com amigos ficou sério. Atualmente, ilustra livros próprios e de outros autores.

Depoimentos sobre a obra de Ricardo Viveiros:

“É raro, entre muitos, os que - como você - conseguem prender a atenção do leitor.” Carlos Drummond de Andrade, jornalista e poeta.

"Ricardo Viveiros é realmente poeta, portador de uma palavra segura e iluminada de intenso lirismo. Seus poemas são mensagem de amor à vida." Fernando Soares, crítico de literatura

“Seu livro ‘O poeta e o passarinho’ é belo e delicado”. Lya Luft, escritora e jornalista ("Veja").

“Sobre a minha mesa de trabalho, encontrei o livro ‘O Poeta e o Passarinho’, de Ricardo Viveiros, que minha mulher comprou ontem. Como é pequeno, tem letras grandes e muitas ilustrações, li-o em dois instantes, o tempo de fumar um cigarro na varandinha do apartamento. Fez um bem danado viajar com o passarinho do poeta. É um livro bonito, muito bem escrito e cuidadosamente editado, que nem faz lembrar a tragédia que o inspirou. É um livro destinado ao público infantojuvenil, também recomendado a crianças que ficaram grandes, mas não ficaram bobas. Fiquei tão tocado com o poema que não vou falar mais nada, prefiro que vocês o leiam. De volta à rotina da minha casa, o livro do Ricardo Viveiros me fez lembrar do sorriso dos meus netos. Não deixem de ler, vale a pena.” Ricardo Kotscho, jornalista e escritor.

“Quem tem facilidade de fazer versos pode fazer poemas lindos. A poesia verdadeira e plena, porém, tem que vir do fundo da alma. Quando isto acontece os versos do poeta nos atravessam como flechas. E aí, a poesia se realiza. Estes versos de Ricardo Viveiros, que surgem aqui em livro ilustrado por Rubens Matuck, ocorreram ao poeta como uma necessidade de sobrevivência: ou faço esse poema ou morro. Foi o que aconteceu com este poema que Ricardo chamou de O Poeta e o Passarinho: um poema necessário. E tudo isto resultou neste livro que vai comover crianças e adultos, pais e filhos, e que nos ajuda a chegar mais próximos dos inextrincáveis mistérios da vida. Fica claro, pois, que a principal missão – digamos missão – da poesia é nos comover. Este é um prefácio comovido, Ricardo.” Ziraldo, jornalista, escritor e artista gráfico.  

“Impossível não se emocionar com um livro que veio do fundo da alma.” José Roberto Burnier, jornalista (TV Globo).

SERVIÇO

Lançamento do livro “Como encontrar uma linda princesa”, de Ricardo Viveiros, pela Editora Gaivota

Data: 08 de junho de 2014

Local: Livraria da Vila, Shopping JK Iguatemi  - Haverá recreação com as crianças, com um príncipe e uma princesa.

Horário: das 15 às 18 horas

Comentários

Mais lidas da semana