Pular para o conteúdo principal

Destaques

Sobre rabiscos e telas brancas

A tela branca pode ser um convite à explosão criativa ou uma tortura ao artista que sente seu espírito definhando diante da pesada realidade. Em tempos de crise e ódio, a arte fica esquecida e é vista como desimportante; ironicamente, é quando mais precisamos dela, de algo que nos faça sentir vivo e toque as partes atordoadas.


O som dos dedos se movendo pelo teclado era como fantasmas de uma vida distante. É incrível perceber quantas vezes nós deixamos algumas partes nossas morrerem ao longo de nossas existências; as máscaras, antes tão confortáveis, agora incomodam e não nos servem mais. Leva tempo até ficarmos satisfeitos e ajustados à nova realidade. Viver é admitir que sabemos pouco sobre nós mesmos e há sempre algo novo que pode nos transformar, seja para o bem ou para o mal.

O artista encara a tinta respingando pela tela. Para o espectador sem intimidade, nada faz sentido, a desconexão de ideias é tormentosa; para ele, o lembrete de que sua arte nunca o abandonaria. Como poderia…

Tag Literária: Isso ou Aquilo?

Vi no blog Leitora Incomum que descobriu no blog Nuvens de Crepom e acredita que quem traduziu foi a Tati Feltrin, a Tag Literária: Isso ou Aquilo? Decidi respondê-la aqui no blog! Confira abaixo minhas respostas...


1. Audiobook ou livro?

Livro! É gostoso escutar audibook...  ele também permite imaginar a história, mas meu amor pela palavra escrita é maior. Não resisto a um bom livro, seja impresso ou digital. O último audiobook que eu escutei foi The Wonderful Wizard of Oz, do escritor L. Frank Baum. Gostei porque o áudio estava em inglês e eu já o havia lido. Um audiobook que gostei de escutar em português foi o do conto O Gato Preto, do escritor Edgar Allan Poe.

2. Capa dura ou mole?

Capa dura para os clássicos, capa mole para os contemporâneos.

3. Ficção ou não ficção?

Definitivamente ficção! Sou fascinado por livros de romances e contos, apesar de também gostar de biografias, ensaios e outras obras de não ficção.

4. Fantasia ou vida real?

Vida real com doses de fantasia. Pode ser?

5. Harry Potter ou Twilight?

Olha, já que precisa escolher entre os dois vou de Twilight.

6. E-book ou livro físico?

Livro físico! Ebooks são aperitivos... Porém, ainda não substituíram aquela sensação de ter o livro ali na minha estante.

7. Comprar ou pegar emprestado?

Comprar! Não suporto pegar livros emprestados. Gosto de ler, às vezes, na biblioteca. Quando o livro é seu, você sabe que não tem problema em concluir a leitura no seu ritmo.

8. Livro único ou série?

Livro único! Muitas séries perdem o ritmo a cada livro e a sensação que você tem é a de que “okay, já podia ter acabado!”. Já os livros únicos conseguem te fornecer uma viagem completa, permitindo a mente o espaço de imaginar o que acontece após o fim da história.

9. Livraria física ou online?

Dúvida cruel... Livraria online pelos preços mais atraentes! Sai muito mais barato comprar livros pela internet, principalmente coleções do que na livraria física – apesar de encontrar algumas promoções surpresas quando vou à Leitura (que tinha sua loja virtual e encerrou...).

10. Livro longo ou curto?

Pergunta muito relativa. Pode responder livro médio? Alguns livros são curtos demais e poderiam ser mais explorados, enquanto outros são longos demais. Agora quando a história é bem escrita e envolvente, não importa se você está lendo um conto ou um romance enorme, a leitura se torna prazerosa.

11. Drama ou ação?

Drama. Prefiro livros que me façam refletir e me colocar na pele da personagem, para entender melhor sobre a vida.

12. Ler no seu canto ou tomando sol?

Ler no meu canto, embora também seja gostoso ler ao ar livre!

13. Chocolate quente, café ou chá?

Café, café e café! Tomo no mínimo duas xícaras de café por dia. E se eu não tomo me sinto lerdo. A leitura fica mais gostosa acompanhado de café, assim como a escrita.

14. Ler resenha ou decidir por si?

Decidir por si. Escolho meus livros intuitivamente. É gostoso ler algumas resenhas e descobrir algum livro legal para comprar, mas ainda prefiro escolher por conta própria. Os livros me paqueram e eu não resisto.

Comentários

  1. Amei a TAG, me identifiquei em algumas coisas como gostar de café, escolher o livro por si mesmo (leio resenhas, mas prefiro seguir a intuição), e também adoro um drama que me faça refletir, principalmente se tiver conteúdo psicológico. Muito bom conhecer mais sobre você! :)

    http://www.gotinhasdeesperanca.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Michele! Fico feliz em saber que você também gosta de café, escolhe seus livros e é chegada num drama. Esse é o bacana nestas tags, apesar de algumas opções serem meio bobinhas, outras nos ajudam a encontrar elementos de identificação com outros blogueiros.
      Abraços!

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana