Pular para o conteúdo principal

Destaques

Criminologia, Jessica Jones e Mulher-Maravilha: Ficar do lado do agressor é sinal de perigo à sociedade – Ben Oliveira

Que dia lindo para servir Karma Coletivo para Diana, Lilith e Nêmesis ao mesmo tempo:  Resistam julgar as pessoas pela aparência. Meus 2 ex-namorados manipuladores se faziam de vítimas e todo mundo ficava ao lado deles e como eu sou porra louca, como Jessica Jones e Malévola, era injustiçado entre quatro paredes e julgado por todos ao redor. Como sou uma vaca, só há duas pessoas com a qual me importo no mundo, minhas duas chamas gêmeas, o resto é indiferente. Ainda assim... Vocês criam cada distorção cognitiva que só por Deus... É muita falta de terapia, autoconsciência, reflexão e bom senso.  Foi você que tava dentro do carro capotado? Foi você que quase morreu? Foi você que teve que recomeçar várias vezes na vida? Foi você que saiu como vilão quando a pessoa era tóxica pra cacete? Não foi. Então, boca fechada, sempre. Opinião só se dá quando é pedida. Sem falar os DELUSIONAIS que ficaram comentando: Que pena, achei que vocês iam casar. Quem quiser casar com ele, passo até o perfil KK

Parceria com o autor Alexandre Loch

Dando continuidade à divulgação dos novos autores parceiros do Blog do Ben Oliveira, apresento a vocês o médico psiquiatra e filósofo Alexandre A. Loch, autor do livro Bile Negra, publicado em 2014, pelo selo Talentos da Literatura Brasileira, da Editora Novo Século.


Procurando melhor entender as angústias do ser humano, Alexandre Loch realizou diversos cursos, em psicanálise e formou-se também psicodramatista. Atualmente atende em seu consultório e também trabalha no Hospital das Clínicas, onde coordena a enfermaria de Ansiedade e Depressão e o Grupo de Psicoses.

Leitor de grandes obras da literatura mundial desde sua infância e grande interessado em compreender melhor a natureza do home, traz em Bile Negra uma tentativa de colocar em palavras as diversas formas nas quais a angústia humana se manifesta. Tenta unir arte, conhecimento técnico e vivência pessoal por meio do papel e da caneta. Site do autor Alexandre Loch: http://www.alexandreloch.com.br/

Sobre o livro Bile Negra – Ao contar a história de Iago, um jovem recém-chegado à cidade grande, o livro expõe as questões existenciais de alguém se digladiando com seus próprios vazios. Sob a perspectiva de sessões de terapia, o personagem aos poucos vai expondo suas entranhas repletas de conflitos e emoções em ebulição.

A narrativa conduz o leitor aos cantos mais sombrios da alma, explorando-o através de diversos personagens que aparecem erraticamente na cidade ao longo da trama, na medida que se encontram com protagonista.

Bile Negra é uma grande sessão de terapia; convida o leitor à reflexão pessoal e partilha as questões existenciais às quais estamos submetidos devido à sociedade na qual vivemos.

Já estou ansioso para começar a ler Bile Negra! A resenha do livro deve ser publicada durante este mês no blog.

Para quem ficou interessado, o livro está cadastrado no Skoob. Bile Negra pode ser comprado no site das Americanas e na Livraria Saraiva.

Comentários

Mais lidas da semana