Pular para o conteúdo principal

Destaques

Espectro Autista: Reflexão sobre conscientização do autismo

Vez ou outra eu recebo mensagens de pessoas pedindo ajuda sobre como trazer mais conscientização em lugares nos quais pouco se sabe sobre autismo. Nem toda cidade tem especialista em autismo, isso é um fato que todo mundo que já precisou de um, sabe como é. Minha dica é: compre/arrecade livros ATUALIZADOS sobre o assunto e/ou livros de ficção (com personagens autistas) e/ou livros escritos por autistas. Recomendo firmemente a literatura, já que a leitura trabalha a empatia e fica mais fácil dos neurotípicos entenderem como é estar 'na nossa pele', mesmo que por alguns minutos.


Não vai dar livro desatualizado, que é um desserviço. Já tem muita desinformação no Brasil. Eu poderia fazer uma lista sobre todos absurdos que leio, mas não vou.

Enfim, não dá para fugir da leitura. Infelizmente, muitos conteúdos brasileiros estão defasados, outros logo vão estar por causa das alterações do CID11 do Espectro Autista [só entra em vigor em 2022]. Tem muita coisa boa produzida pela comunid…

Resenha: Coisas Bem Legais Para Ser Muito Feliz – Mr. Wonderful

Dando início à parceria com a L&PM Editores, eles me enviaram um exemplar-cortesia do livro Coisas Bem Legais Para Ser Muito Feliz, assinado por Mr. Wonderful (Angela Cabal e Javier Aracil), com tradução de Rita Fazenda, de 148 páginas, publicado em 2015. A obra traz mensagens positivas, fotos e ilustrações, recomendável para quem tem afinidade com o visual.


Para ser sincero, não tenho o costume de comprar livros ilustrados, embora alguns sejam interessantes e proporcionam uma boa experiência. Sou muito ligado ao texto, talvez por ser apaixonado pela leitura e pela escrita literária. Coisas Bem Legais Para Ser Muito Feliz é um daqueles livros legais para se dar de presente para pessoas queridas, principalmente se elas têm uma rotina corrida.

Foi uma surpresa a escolha da L&PM por enviar o título. Creio que os blogueiros parceiros tenham recebido tanto pelo convite inicial de um relacionamento bem-humorado quanto pela mensagem que o acompanha – é claro, além de ser um dos lançamentos da editora para este ano! Diante de uma pilha de livros na minha mesa, Coisas Bem Legais Para Ser Muito Feliz serviu como uma oportunidade de desacelerar e deixar minha mente viajar sem pressões, sem a pretensão de mergulhar na literariedade – algo bem difícil de fazer quando estamos cansados.

Como o próprio título dá a entender, o livro vem com esta proposta de arrancar pelo menos um sorriso do leitor, compartilhando uma série de experiências registradas em fotografias e com conselhos. Para quem, como eu, está sempre cansado e com mil preocupações que, aliás, podem provocar o maldito bloqueio criativo, algumas destas sugestões vêm em boa hora, como descansar durante horas ou reler um livro que você tenha gostado, entre tantas outras que podem ser aproveitáveis e nos ajudam a sair um pouco da rotina, fugir do lugar comum.

O livro está dividido em 10 capítulos: 1) Aproveite ao máximo as pequenas grandes coisas; 2) Erre e aprenda a se perdoar; 3) Seja você mesmo, do seu jeito; 4) Ame como se não houvesse amanhã; 5) Dedique mais tempo ao que faz você realmente feliz; 6) Seja valente e vá em frente; 7) De vez em quando, faça o que lhe der na telha; 8) Ria muito e, se for de você mesmo, melhor ainda; 9) Organize sua vida e depois vire-a de pernas pro ar; 10) Mesmo que a coisa esteja mais preta que carvão, seja otimista.



A linguagem do livro é bem direta e simples, seguindo um pouco a proposta dos autores de tornar parecido com um diálogo com um “amigo, sincero e transparente”. Para quem é fascinado por livros que exploram bem o projeto gráfico, é possível perceber que os artistas se empenharam em proporcionar uma experiência visual bacana, desde a escolha das fotos, fontes e ilustrações, até com uma pegada mais interativa, incentivando aos leitores que desejam recortar as mensagens e/ou colar os adesivos de encorajamentos.

Coisas Bem Legais Para Ser Muito Feliz é um daqueles livros para quem gosta de obras do gênero. Não é particularmente uma leitura que eu compraria, mas conforme dito acima serviu como uma boa maneira de relaxar: a leitura pelo simples prazer, sem o desafio de decodificar teorias difíceis ou de lutar contras as palavras. Um livro para quem gosta de viver o instante e sabe que tudo passa... Para quem sabe que nem sempre é possível levar tudo tão a sério.

Sobre os autores – Por trás de Mr. Wonderful estão Angela Cabal e Javier Aracil, mais conhecidos como Angi e Javi. Além de parceiros de trabalho eles são também marido e mulher. Ambos são de Barcelona e vêm do mundo do design e da publicidade. Depois de anos trabalhando em agências, decidiram que queriam algo diferente para suas vidas, algo que pudesse fazer com que fossem mais livres e criativos. Assim nasceu o Mr. Wonderful, “estúdio gráfico para gente que não é chata” (tradução livre de “diseño gráfico para gente no aburrida”). Antes disso, eles chegaram a montar pequenas coisas que não deram em nada, mas que mostraram que estavam no caminho certo.

Atualmente, Mr. Wonderful é uma marca muito conhecida em toda a Espanha e que está ganhando fama no mundo inteiro. Em abril de 2015, os seguidores na sua página no Facebook já chegavam aos 500 mil.

O livro Coisas Bem Legais Para Ser Muito Feliz pode ser comprado nos sites da Livraria Cultura, da Amazon e Americanas, entre outras lojas, livrarias e sebos parceiros da L&PM Editores. A obra também está presente na maior rede social para leitores do Brasil: Skoob

*Deixo o meu agradecimento a L&PM Editores pelo livro. Ansioso para receber próximos materiais para resenhar! Para ficar por dentro das novidades da editora, acesse: http://www.lpm.com.br/

Gostou do livro? Não deixe de comentar e compartilhar o post! ;-) 

Comentários

  1. Aí depois que eu vi que você tinha feito a resenha do livro, rsrs e fiquei ainda mais interessada no livro... gosto de livros que fazem o humor ficar melhor. =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Michele! Confesso que não sou muito fã de livros no gênero, mas como eu disse... Diante da fadiga mental, é gostoso deixar a mente relaxar um pouco. Existem pessoas mais ligadas ao texto (eu), outras que preferem imagens. Toda leitura é válida (se ajudar a melhorar o humor, pode ser um bônus diante do estresse do cotidiano)!
      Beijos!

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana