Pular para o conteúdo principal

Destaques

7 de Abril: Dia do Deveria Ter Feito Outro Curso

Dia 7 de abril: Dia do Jornalista. Há anos não há nada para comemorar. Uma das profissões mais desvalorizadas no Brasil. Só não ganha da de escritor. Eu ganhei na loteria, né.


Eu tinha um professor que tentava incentivar as pessoas a buscarem outras profissões por causa desses motivos e todo mundo achava ruim. Há anos, percebo que ele estava certo.

Aquele momento que você percebe que seguiu rumo parecido com o de um dos seus professores favoritos. Parabéns, você se tornou O Grinch. 

Também conhecido como o Dia do Deveria Ter Feito Outro Curso. No meu caso, um dos cursos que queria ter feito era Medicina.

Para quem não sabe, eu era de biológicas; era para ter me formado em Nutrição, mas achei o curso pouco desafiador e tranquei. Na época, eu nem sabia do autismo (Síndrome de Asperger), se soubesse, teria entendido que precisamos de desafios ou ficamos entediados e teria seguido até o final.

Acabei caindo no Jornalismo quando morei sozinho em Florianópolis. Um dos meus hiperfocos era le…

Lançamento: A Era dos Mortos-Vivos – Eliel Barberino

Lançado no primeiro semestre de 2016, o livro A Era dos Mortos-Vivos, do autor Eliel Barberino, logo será resenhado para o blog. A obra, de 116 páginas, que explora o universo dos zumbis e procura analisar este fenômeno cultural foi publicada pela Cultura em Letras Edições e foi recomendada em sites dedicados à temática, como o Universo Zumbi.


Confira a sinopse do livro A Era dos Mortos-Vivos:


Na obra, o autor faz uma análise dos zumbis como fenômeno cultural. Desde as origens do monstro à ideia do Apocalipse zumbi como metáfora das crises da modernidade. Uma obra essencial para quem deseja conhecer mais dessas criaturas, que de acordo com o filósofo Deleuze, se trata do único mito moderno. De fato ele é o monstro que melhor representa a modernidade. Ao buscar entende-los, na verdade estaremos numa busca de nós mesmos.

“Ao fazermos um exame dos temas que os zumbis nos apresentam, creio que você perceberá que os mortos-vivos somos nós, sou eu e você. Que o medo que temos dessas criaturas é um medo sublimado de nós mesmos e dessa civilização que criamos. Que o levante dos mortos-vivos contra toda ordem estabelecida é apenas a sublimação inconsciente de nossa revolta contra um mundo que perdeu a cabeça”

O livro é um estudo histórico e filosófico do zumbi como fenômeno cultural. Explorando desde o surgimento do fenômeno, descobre-se que o zumbi é um remanescente na modernidade de mitos arcaicos relacionados ao fim do mundo e do medo dos mortos. Assim, entende-se porque o zumbi dominou a cultura pop do nosso tempo.

O livro A Era dos Mortos-Vivos, de Eliel Barberino, pode ser comprado no site da Cultura em Letras Edições.

Adicione o livro à sua estante do Skoob

*Continue acompanhando o blog. Além da resenha de A Era dos Mortos-Vivos, também vai rolar uma entrevista com o autor Eliel Barberino!

E aí, ficou interessado? Eu já estou louco para ler! Comente abaixo.

Comentários