Pular para o conteúdo principal

Destaques

Sweet & Sour: Filme sul-coreano de comédia romântica explora a relação entre trabalho e fases do relacionamento

Para quem gosta de comédias românticas que não se aprofundam no drama, o filme sul-coreano Sweet & Sour proporciona um bom entretenimento, mas deixa a desejar nas questões que poderiam ser mais exploradas. Dirigido por Kae-Byeok Lee , com roteiro de Lee Gye-Wook que foi baseado no livro Initiation Love, de Kurumi Inui , o filme de 2021 foi um dos lançamentos de junho de 2021 pela Netflix . A exaustão de sul-coreanos por causa do trabalho é algo bem presente nas produções audiovisuais do país. Logo no início da história, uma das personagens principais do filme surge em cena: Da-eun (Chae Soo-bin) , uma enfermeira que parece gostar do seu trabalho, embora não esconda a insatisfação com os plantões e acabe tentando encontrar brechas para recarregar as energias. O roteirista consegue entreter bem o telespectador, brincando com a linha do tempo e pelas coincidências artificiais ou espontâneas que vão surgindo ao longo do filme, dando um toque mais emocional – porém, mesmo que seja uma

O Semeador de Livros: Documentário narra a história do editor José Xavier Cortez

O Semeador de Livros é o título do documentário dirigido por Wagner Bezerra, lançado em 2009, que conta a história de vida do editor José Xavier Cortez, fundador da Cortez Editora. O filme de 22 minutos explora a trajetória do homem que nasceu no Rio Grande do Norte e se mudou para São Paulo, seus desafios e vitórias para conquistar sua paixão espalhar a leitura.


O documentário traz entrevistas com pesquisadores, autores, editores e demais pessoas que conviveram e conheceram o trabalho e vida do editor José Xavier Cortez. Com um viés biográfico, o filme não fala sobre a editora em si, mas sobre os caminhos percorridos que levaram a sua criação, bem como o envolvimento de Cortez com os livros.

Leia também: Mais de 1300 Documentários para Assistir de Graça na Internet

Cortez deixou a cidade de Currais Novos (RN) nos anos de 1960, período em que acabou indo em direção ao Sul do Brasil. José Xavier Cortez foi plantador de algodão, garimpeiro, marinheiro, lavador de carros e livreiro, antes de se tornar editor. No documentário biográfico, o telespectador nota a paixão pelos livros desde o período em que o homem revendia livros da Editora Atlas para os alunos da PUC-SP.

Pelos comentários de outros pesquisadores e profissionais da área editorial, é possível perceber a importância do trabalho de José Xavier Cortez. Um dos fatos marcantes relembrados pelo editores e entrevistados é um assalto à livraria, no qual José Xavier fez com que o assaltante levasse livros para suas crianças, como uma tentativa de mudar o destino delas – não fossem para o caminho do crime –, acreditando no poder de transformação da leitura.

O documentário O Semeador de Livros tem como mostra os livros como transformador da vida de Cortez e também das outras pessoas. O telespectador acompanha desde as histórias do homem que precisou batalhar para construir sua própria história em São Paulo (dificuldade sentida por milhares de moradores e imigrantes da capital paulista) até seu envolvimento com o universo editorial, no qual ele foi responsável por ajudar a divulgar livros de pesquisadores de temas sociais e obras literárias.

Assista de graça ao documentário O Semeador de Livros no CurtaDoc: http://curtadoc.tv/curta/biografia/o-semeador-de-livros/ 

Gostou da dica? Compartilhe!

Comentários

Mais lidas da semana