sábado, 10 de setembro de 2016

Resenha: Garota Exemplar – Gillian Flynn

Há muito mais coisas escondidas por trás de um casamento do que imaginamos. Se ele estiver em crise, então, tudo pode acontecer. No livro Garota Exemplar (Gone Girl), da escritora e jornalista Gillian Flynn, Amy desaparece no dia de aniversário de seu casamento com Nick Dunne. A obra de ficção norte-americana publicada originalmente em 2012 nos Estados Unidos, foi publicada no Brasil em 2013, com tradução de Alexandre Martins, pela Editora Intrínseca.

O romance de thriller psicológico é narrado em primeira pessoa por Nick Dunne e Amy Dunne. Cada capítulo é narrado por um dos personagens principais e, além disso, a obra está dividida em três partes, que marcam bem as diferentes fases e conflitos nas quais eles acabam se envolvendo. Narrado de forma linear, com algumas memórias sobre o passado dos dois, o leitor vai entendendo cada vez mais a dinâmica, suas personalidades e o desenrolar da trama.


A epígrafe do livro, que muitas vezes é esquecida pelo leitor com o passar das páginas, fornece informações sobre a essência da narrativa de Garota Exemplar. “O amor é a infinita mutabilidade do mundo; mentiras, ódio, até mesmo assassinato, tudo está atrelado a ele; é o inevitável desabrochar de seus opostos, uma magnífica rosa com um leve cheiro de sangue”,Tony Kushner, em The Illusion. Gillian Flynn não poderia escolher uma citação melhor para combinar com a premissa de sua obra.

“Só é preciso continuar a continuar, é o que Mama Mo diz, e quando diz isso – sua certeza, cada palavra enfatizada, como se realmente fosse uma estratégia de vida viável –, o clichê deixa de ser um conjunto de palavras e se torna algo real. Valioso. Eu penso: Continue a continuar, exatamente!”

Amy é uma mulher que vive na sombra das projeções de seus pais. Sua história de vida e a história de um personagem inspirado nela, criado pelos seus pais, muitas vezes, se misturam – Marybeth e Randy escreveram uma série de livros best-seller intitulada Amy Exemplar (“Amazing Amy”). Além dessa forte relação com uma versão fictícia dela, ela se tornou escritora e era responsável pela criação de testes de personalidade para revistas. Nick Dunne, que também é escritor, tem uma relação próxima com a irmã gêmea, Margo, mas não tão boa assim com o pai que está velho. O relacionamento do casal começa a afundar cada vez mais quando os dois perdem o emprego durante o período de crise econômica nos Estados Unidos e precisam se mudar de Nova Iorque para a antiga cidade de Nick, em Missouri, para cuidar da mãe dele que está com câncer.

Na primeira parte do livro, o leitor vai acompanhando o desenrolar de Nick no tempo linear e o diário escrito por Amy. Com o misterioso desaparecimento da esposa dele, o marido é quase sempre o primeiro suspeito de que algo possa ter acontecido e com Nick não é diferente. A imaturidade e a dificuldade de reagir conforme o esperado, tornam ele o alvo perfeito da mídia sensacionalista e fazem com que a polícia fique cada vez mais desconfiada de qual teria sido o papel dele no sumiço de Amy.

“Sei que tudo ficará bem. É só que a coisa toda é tão distante do que eu havia imaginado… Quando imaginava a minha vida. Não quer dizer que seja ruim, só… Se você me desse um milhão de chances de adivinhar aonde a vida iria me levar, eu não teria adivinhado. Acho isso alarmante”

Gillian Flynn sabe como brincar com as expectativas dos leitores. Colocando dois narradores em primeira pessoa que são bem suspeitos, nos fazendo duvidar de suas palavras e histórias – lembrando que além de sermos levados por suas narrativas, ambos são escritores e sabem muito bem sobre a arte da ficção. Os subtextos desempenham um papel fundamental no thriller, pois são eles que nos guiam por essa trama marcada por reviravoltas e qual é a relação entre as outras ações que vão desdobrando.

Entre verdades diluídas em mentiras, Amy e Nick mostram como um relacionamento que no início parecia ser ‘perfeito’ pode ser tão perigoso quanto os que ele e a esposa tanto costumavam desprezar. Em uma das partes do romance, ela desabafa: “É humilhante se tornar exatamente a coisa de que um dia você debochou”. Amy e Nick se tornam outras pessoas ou só revelam quem eles sempre foram? Garota Exemplar explora as profundezas deste casamento e como suas personalidades e atitudes foram se transformando com o passar do tempo, possibilitando ao leitor entender melhor as motivações dos personagens principais e o que aconteceu antes, durante e após o sumiço de Amy.

“Ele prometeu tomar conta de mim, e ainda assim sinto medo. Sinto que algo está errado, muito errado, e que ficará ainda pior. Não me sinto a esposa de Nick. Não me sinto uma pessoa: sou algo a ser carregado e descarregado, como um sofá ou um cuco. Sou algo a ser jogado em um depósito de lixo, lançado no rio, se necessário. Não me sinto mais real. Sinto como se pudesse desaparecer”

Gillian Flynn usa sua linguagem direta e nos conduz pelo romance de forma que somos levado pelas ações das personagens e entramos na mente dos protagonistas, tornando difícil não se envolver com seus dilemas. A escritora brinca bastante com as possibilidades e, ao mesmo tempo, nos impacta pelo realismo e situações. Garota Exemplar é o tipo de leitura que nos mostra o lado sombrio dos relacionamentos amorosos. Para quem só assistiu ao filme, mas não leu o livro, fica a dica: a leitura é muito mais intensa e traz vários detalhes que foram deixados de lado no roteiro. Apesar das boas atuações, nada como a força do ponto de vista em primeira pessoa e da imaginação para te fazer se sentir dentro deste ninho de cobras.


Sobre a autora – Gillian Flynn é jornalista e, antes de se dedicar integralmente à carreira de escritora, trabalhou por dez anos como crítica de cinema e TV para a Entertainment Weeky. Nascida na cidade de Kansas, no Missouri, e formada em jornalismo e inglês pela Universidade do Kansas, Gillian escreveu durante dois anos para uma revista de negócios na Califórnia e concluiu um mestrado em jornalismo na Northwestern University, em Chicago.

Além de Garota Exemplar, é autora dos premiados Objetos Cortantes (Sharp Objects) e Lugares Escuros (Dark Places). Seus livros foram publicados em vinte e oito países e tiveram os direitos de adaptação cinematográfica vendidos. Atualmente, Gillian mora em Chicago com o marido e o filho.



E você, já leu Garota Exemplar? Assistiu ao filme? Comente!

6 comentários:

  1. Essa autora é demais, né? A história que ela criou dá um nó na nossa cabeça e o desfecho é surpreendente. Pelo menos do filme, né. Imagino o quão bom seja o livro! Sua resenha me deixou mais ansiosa ainda pra ler :D

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol!
      Se você gostou do filme, acredito que vai amar o livro. Tem muito mais detalhes! Você mergulha de tal forma na mente das personagens, que se sente dentro do próprio casamento.
      Gratidão pela visita! ♥
      Beijos

      Excluir
  2. olá Ben, tudo bem?

    que resenha maravilhosa.
    eu confesso, amei o filme e o livro, apesar do começo do livro ter encontrado problemas na temática, tirando isso, a história e muito envolvente beijos e obrigada pela visita.

    Taynara Mello | Indicar Livros
    http://www.indicarlivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Taynara!
      Gratidão por passar aqui para deixar o seu comentário sobre o livro Garota Exemplar.
      Beijos

      Excluir
  3. Tenho esse livro aqui desde o lançamento do filme, mas por ter assistido nas telonas, não consegui terminar a leitura e desde aquele dia não concluí. Empaquei na página 180 e não consegui sair mais... Todos elogiam muito, pretendo dar continuidade algum dia.
    Beijos!

    (Carol)
    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol!
      Que pena. Acredito que vale a pena concluir. O ruim de assistir ao filme é que tira o suspense da história, mas acredito que os detalhes da narrativa presentes no romance podem fazer a diferença e preencher algumas lacunas que não chegaram a ser exploradas na adaptação cinematográfica.
      BEijos

      Excluir

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários Recentes

Me acompanhe no Instagram