Pular para o conteúdo principal

Destaques

Sobre rabiscos e telas brancas

A tela branca pode ser um convite à explosão criativa ou uma tortura ao artista que sente seu espírito definhando diante da pesada realidade. Em tempos de crise e ódio, a arte fica esquecida e é vista como desimportante; ironicamente, é quando mais precisamos dela, de algo que nos faça sentir vivo e toque as partes atordoadas.


O som dos dedos se movendo pelo teclado era como fantasmas de uma vida distante. É incrível perceber quantas vezes nós deixamos algumas partes nossas morrerem ao longo de nossas existências; as máscaras, antes tão confortáveis, agora incomodam e não nos servem mais. Leva tempo até ficarmos satisfeitos e ajustados à nova realidade. Viver é admitir que sabemos pouco sobre nós mesmos e há sempre algo novo que pode nos transformar, seja para o bem ou para o mal.

O artista encara a tinta respingando pela tela. Para o espectador sem intimidade, nada faz sentido, a desconexão de ideias é tormentosa; para ele, o lembrete de que sua arte nunca o abandonaria. Como poderia…

Tokyo Terror: Editora de horror e fantasia aposta em literatura japonesa

O mangá Fragments of Horror, do artista e especialista em histórias de terror Junji Ito, é a primeira aposta da editora DarkSide Books para o seu novo selo, Tokyo Terror, que será inaugurado em 2017. Segundo informações da editora brasileira voltada para a publicação de livros de terror e fantasia, o selo editorial não vai publicar só mangás, mas também outras obras da literatura japonesa que se encaixam na proposta da caveirinha. A novidade foi anunciada na Dark Magazine, uma publicação da editora produzida pela equipe com o apoio de parceiros – em breve devo receber e compartilhar mais informações por aqui!


A Caveira e o Mangá: Nascidos das sombras


Algo milenar se ergueu nas sombras do teatro japonês, caminhou por entre feudos e plantações de arroz e ganhou espaço no rolos de tecidos e papéis. Histórias sequenciadas ganharam voz e, como em um balé perfeito entre imagens e palavras, algo grandioso começou a ganhar vida.

Os primeiros filhotes dessa união ganharam o mundo na década de 20 e reconhecimento próximo à década de 40, mas o silêncio se instaurou – a Guerra Fria estancou seu crescimento. Deste momento em diante, a criança seguiu seu destino. Naquele sombrio e estranho momento de guerra, entre ruínas e poeira, os desenhos continuaram a florescer, ganharam olhos grandes e expressivos para se comunicarem com o mundo de uma forma única. O traço marcante de Osamu Tezuka ajudou a dar um estilo nunca antes visto.

Crescemos entre godzillas, tokusatsus e animes, entre guerras atômicas e avanços tecnológico diários – e o mangá cresceu, amadureceu e ganhou o coração dos jovens que erguem e transformam o novo mundo. Entre personagens mágicos e assustadores, nos tornamos adultos repletos de sonhos.

Nasce aqui o novo selo da primeira editora do Brasil inteiramente dedicada ao terror e à fantasia. TOKYO TERROR® é a linha editorial da DarkSide® Books que promete tocar o terror no mundo do mangá e trazer o que há de mais tenebroso na literatura do sol nascente. E este é só o começo - afinal de contas, dentro de nós é sempre meia-noite.


Sobre Fragmentos de Horror (Fragments of Horror)


Uma coleção de contos deliciosamente macabros de um mestre mangá do horror. Uma velha mansão mal-assombrada de madeira. Uma aula de dissecação com um assunto incomum. Um funeral onde os mortos não são colocados definitivamente para descansar. Desde o terrível até a comédia, do erótico ao repugnante, essas histórias mostram a tão esperada volta de Junji Ito para o mundo do horror.

Sobre o autor 


Junji Ito estreou como um artista de mangá de horror em 1987 com sua primeira história na sua bem-sucedida série Tomie. Uzumaki, desenhada entre 1998 e 1999, foi adaptada em um filme live-action, que foi lançado na América pela Viz Films e Tidepoint Pictures. Suas influências incluem os artistas de mangá clássico Kazuo Umezu e Hideshi Hino, como os autores Yasutaka Tsutsui e H. P. Lovecraft.



Ficou animado com a novidade da DarkSide Books? Comente!

Comentários

Mais lidas da semana