Pular para o conteúdo principal

Destaques

Subdiagnóstico de autismo, números e incoerências

O brasileiro é muito individualista. Ao mesmo tempo que vejo pessoas reclamando que os números do Censo vão dar abaixo por causa dos subdiagnósticos de autismo, já vi muita gente acusando pessoas com laudo fingirem que eram autistas.


Como explicar a volatilidade? Nem tento entender o que se passa na mente do brasileiro.

Os discursos são sempre contraditórios. Por causa de polarização, todo mundo sai perdendo.

Já vi até gente dizendo que o laudo é só um papel. Se é só um papel, a pessoa, então, não precisa de um diagnóstico? Logo, por que ser contabilizada? Sejam mais coerentes nos discursos.

Incoerências dos brasileiros sobre subdiagnósticos:

– Já vi gente acusando autista de fingir, mesmo a pessoa tendo laudo;

– Já vi gente se posicionando contra diagnóstico precoce, achando que seria ruim, desconhecendo a questão da plasticidade cerebral;

– Já vi gente dizendo que autismo nem deveria ter CID;

– Já vi gente dizendo que o outro não é autista, só porque sabe argumentar e é diferente do …

Reflexão: Verdades internalizadas e espelhos borrados


"Cuidado com as verdades que você internaliza. As palavras rebateram dentro dele. O olhar do outro traz julgamentos capaz de destruir suas estruturas; arranhar sua mente. Espelhos sujos, reflexos borrados. A visão manchada do outro confunde e incomoda. O dedo que aponta nunca volta para si mesmo. Desconfie de quem quer mudar o mundo, mas é incapaz de mudar a si mesmo. É preciso coragem para nadar na lama que afunda tudo ao nosso redor. Toda mudança começa de dentro para fora. Quem você é fora das bolhas e dos holofotes diz tanto sobre você quanto a personagem que criou de si mesmo. Consciência de nossas inconsistências leva ao crescimento. Levantou-se do tapete; prestes a escorregar, saltou, flutuou e queimou, até virar pó de si mesmo. Reencontrou o espírito indestrutível, enquanto respirava a fumaça do incenso que espalhava pela sala. Conseguia respirar com calma mais uma vez" – Ben Oliveira

Comentários

Mais lidas da semana