sábado, 24 de junho de 2017

Infográfico: 5 Vantagens do Twitter para Escritores

Há anos estão anunciando a morte do Twitter, assim como tentam sempre prever a morte dos livros impressos. Bom, os dois não vão morrer tão cedo. Apesar de não ser tão lucrativo quanto o Facebook e outras mídias sociais, o microblog continua movimentando muitas informações e sendo útil para escritores, desde autores independentes até tradicionais e best-sellers mundiais. Através da rede social, muitas novidades são compartilhadas em primeira mão.

Quando se trata de interação de filmes e programas televisivos, o Twitter mostra sua força. Milhares e, às vezes, milhões de tweets são compartilhados diariamente. Os usuários gostam de compartilhar suas experiências, opiniões, gostos, indignações e por aí vai. O mesmo acontece diante de lançamentos de alguns livros ou de quando escritores interagem com os leitores e editoras criam ações promocionais.

Confira o infográfico com 5 Vantagens do Twitter para Escritores:


Um dos principais conselhos sobre marketing digital para autores é o de selecionar quais canais de comunicação vai usar, para não gastar energia e tempo em vários e se focar nos mais adequados. O Twitter é bem usado por escritores, principalmente os estrangeiros, que compartilham seus rabiscos através de writing prompts e exploram diferentes maneiras de interagir com leitores e outros autores por meio de hashtags relacionadas à escrita, além de possibilitar ficar por dentro do que os agentes literários estão procurando – muitos profissionais costumam compartilhar que tipos de originais estão buscando.

Minhas experiências com o Twitter têm sido bem positivas. Conheci escritores maravilhosos lá, que apesar de ter histórias e bagagens parecidas e de frequentar grupos parecidos no Facebook, nossos caminhos só foram se trombar lá na rede social do pássaro azul. Para quem gosta de interagir com seus autores favoritos, o Twitter também continua valioso, especialmente por causa da possibilidade de comunicação instantânea. Alguns escritores internacionais famosos são mais acessíveis do que você imagina.


No Twitter, também conheci leitores para meus livros. As pessoas gostam de se conectar com escritores por meio dos relatos, novidades e até bobeiras publicadas no dia a dia. Apesar de o Facebook ter um volume bem maior de usuários, principalmente de amantes de livros, no Twitter, a sensação de proximidade e disponibilidade são mais certeiras. Sem falar que a quantidade de informações publicadas no Facebook é tão grande, que quase sempre não conseguimos interagir com quem temos vontade. Muitos conteúdos não chegam até nós, ainda mais agora que eles estão investindo mais em vídeo e tentando concorrer com o Youtube.

Não estou dizendo para abandonar o Facebook, mas para levar em conta outras mídias sociais também. Não dá para depender completamente do Facebook para marketing e interação com os leitores. O alcance orgânico está cada vez menor lá e os algoritmos são alterados constantemente. O que funciona em um mês, no próximo mês pode ter se tornado obsoleto como estratégia. Independente das redes sociais e ferramentas de comunicação escolhidas, é preciso levar em mente que o autor precisa tomar cuidado com suas palavras. Leitores não se conectam só com os livros, mas também com a personalidade dos escritores. Claro que é impossível agradar a todos, mas muitos escritores perdem leitores quando vomitam preconceitos e ódio nas redes sociais, por exemplo, ou quando desrespeitam publicamente pessoas com opiniões contrárias.


Também é preciso lembrar que apesar de ser possível usar as mídias sociais para alavancar vendas, se você é escritor, você precisa respeitar os usuários e evitar spam (evite ficar copiando e colando textos com links no bate-papo e caixa de mensagens dos outros, além de ser desrespeitoso, você não só corre o risco de perder leitores, como de incomodá-los tanto a ponto de eles promoverem uma imagem negativa sua). É diferente de quando você já tem uma proximidade com o leitor e/ou ele te pediu para informá-lo sobre as novidades.Ninguém gosta de receber mensagens e ligações indesejadas, então, tente não fazer o mesmo. Nada de enviar spam no meio da madrugada, fazer propaganda no mural de quem você não conhece (é invasivo), marcar centenas de pessoas desconhecidas em publicações


Para quem ainda não viu, tem um vídeo lá no meu canal do Youtube com algumas dicas do que escritores devem evitar relacionadas à divulgação e parcerias, como respeitar produtores de conteúdo, saber quem é o seu leitor e respeitar o tempo do outro, principalmente se ele está fazendo de bom gosto e você que foi atrás da parceria. Inscreva-se e fique por dentro das novidades. Espero que tenham gostado! Em breve devo publicar alguns vídeos sobre marketing voltado para autores e livros lá e mais infográficos aqui no blog!



*Ben Oliveira é escritor, blogueiro e jornalista por formação. É autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e do livro de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1), disponível no Wattpad.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários Recentes

Me acompanhe no Instagram