Pular para o conteúdo principal

Destaques

Autismo: Neurociências, ajustes e discussões que vão além do social

O céu de um autista pode ser o inferno do outro. Somos diferentes em todos critérios. Cada caso é um caso.



Comparar um autista como eu, que sou camaleão e tenho autonomia com um que precise de mais apoio e tenha mais limitações sensoriais não seria justo.

Eu ressalto que todo autista deve lembrar disso quando produzir conteúdo. Não adianta achar que existe um modelo único de inclusão, se ao priorizar algumas coisas, você deixa de lado outras. Por isso, abordar a questão do autismo é algo muito complexo. Da mesma forma, que não existe um personagem da ficção ou uma pessoa autista que vai representar o espectro autista inteiro.

Os ajustes que são feitos para alguns, podem ser desajustes para outros. Por isso dizemos que existem vários autismos, independente do grau.
Do mesmo modo que não existem dois autistas iguais, não existem dois aspies iguais (pessoas com Síndrome de Asperger); não existem dois aspies com superdotação iguais (pessoas com Dupla Excepcionalidade). Somos todos diferent…

Amityville: Novo filme em gravação se focará no assassinato da família DeFeo

A franquia Amityville continua rendendo adaptações. Enquanto nos Estados Unidos o lançamento de Amityville: O Despertar não tem data de estreia, no Brasil o filme de terror deve estrear no dia 14 de setembro de 2017. Para quem gosta de novidades, no momento está em fase de pós-produção o novo filme The Amityville Murders (The Haunting on Long Island: The Amityville Murders), que deve se focar na história de Ronald DeFeo, responsável pelo assassinato de sua família.


O novo filme sobre o caso Amityville foi dirigido e escrito por Daniel Farrands, produtor de Amityville: O Despertar, Evocando Espíritos e de documentários sobre Pânico, A Hora do Pesadelo e Sexta-Feira 13. O filme está sendo gravado e ainda não há previsão de quando será lançado. Ronald DeFeo será interpretado pelo ator John Robinson.

Confira a sinopse de The Amityville Murders:


Na noite do dia 13 de novembro, 1974, Ronald DeFeo Jr. pegou um rifle de alta potência e matou toda a família enquanto eles dormiam. Em seu julgamento, DeFeo afirmou que 'vozes' na casa o mandavam matar. Esta é a sua história.

Enquanto filmes de terror sobrenatural inspirados nos casos investigados por Ed e Lorraine Warren têm se mostrado bem lucrativos, Amityville: O Despertar foi adiado tantas vezes que muitos espectadores não estão tão animados para assistir, especialmente nos Estados Unidos que ainda não sabem se o filme vai chegar aos cinemas e já vazou na internet.

Para quem gosta de livros, vale a pena conferir a edição mais recente do livro Horror em Amityville, do escritor Jay Anson, publicada no Brasil pela editora DarkSide Books. Relembre algumas curiosidades sobre o caso:



Ficou curioso para assistir ao novo filme sobre o caso Amityville ou você acha que já existem adaptações demais sobre o acontecimento?

Comentários

Mais lidas da semana