Pular para o conteúdo principal

Destaques

The Good Detective: Série coreana policial sobre antigo caso e a busca pela verdade

The Good Detective é uma série coreana policial que aborda um caso antigo, cujo julgamento levou à sentença de condenação de morte do acusado. Um detetive novato no departamento e um veterano se juntam para descobrir se aconteceram falhas nas investigações policiais. A série está disponível na Netflix . Com 16 episódios em sua primeira temporada, três personagens se destacam: o detetive que participou da investigação do caso, Kang Do Chang (Son Hyeon-ju) , o jovem detetive Oh Ji Hyuk (Seung-jo Jang) e a jornalista investigativa Jin Seo Kyung (Elliya Le) . Quando um novo caso de um suposto assassino confesso da filha do homem condenado ganha a atenção da mídia, muitas dúvidas pairam no ar sobre as motivações e os possíveis envolvidos, fazendo com que os detetives discretamente se aprofundassem nas investigações, mesmo sabendo que poderiam prejudicar as próprias carreiras. Kang é movido pela consciência pesada de ter sido parte do caso do condenado possivelmente inocente sofrer pena de

Bibliotecas de Escolas dos Estados Unidos têm centenas de tentativas de banimento de livros

Muita gente enxerga os Estados Unidos como a terra da liberdade, porém quando se trata de literatura e liberdade intelectual, muitos não sabem que anualmente vários livros são banidos de bibliotecas de escolas: livros infantis, livros sobre jovens-adultos, clássicos e livros com conteúdo sobre diversidade. Geralmente, os conteúdos dos livros tem algum tema e/ou conteúdo que são considerados desafiadores e inadequados por aqueles que tentam banir.

Considerada uma das associações mais antigas do mundo na área de bibliotecas, a Associação Americana de Bibliotecas tem divulgado quais livros têm sido banidos em bibliotecas de escolas. Além dos membros, a associação lembra que muitos pais de estudantes são contra o banimento de livros.

“E, no entanto, as tentativas de banir livros das bibliotecas estão aumentando em um nível sem precedentes em todo o país. A American Library Association relatou mais de 729 tentativas de banimento de 1.597 livros individuais somente em 2021”, afirmam no site.

Recentemente, a Associação também se posicionou contra uma proposta legislativa de banir materiais sobre direitos reprodutivos, informando que é responsabilidade dos bibliotecários fazerem curadoria dos conteúdos, sem imporem suas crenças pessoais ou cometerem discriminação. 

De uma lista dos 100 livros mais bandidos entre 2010 e 2019, confira dez livros best-sellers internacionais que foram banidos: 

Quem é você, Alasca – John Green

O Caçador de Pipas – Khaled Hosseini 

As Vantagens de Ser Invisível – Stephen Chbosky

O Sol é para Todos – Harper Lee

O Conto da Aia – Margaret Atwood

Jogos Vorazes – Suzanne Collins

Dois Garotos se Beijando – David Levithan

O Ódio que você Semeia – Angie Thomas

Goosebumps – J. D. Salinger

Gossip Girl – Cecily von Ziegesar 

*Ben Oliveira é escritor, formado em jornalismo. Autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e dos livros de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1) e O Livro (Vol. 2), disponíveis no Wattpad e na loja Kindle.

Comentários

Mais lidas da semana