Pular para o conteúdo principal

Destaques

Série documental da Netflix explora caso em aberto de assassinato de francesa na Irlanda

Para quem gosta de histórias criminais internacionais e investigações problemáticas, o documentário Sophie: A Murder in West Cork apresenta o caso intrigante de Sophie Toscan du Plantier , uma francesa que foi assassinada em uma região da Irlanda e devido a inúmeras situações, pairam dúvidas sobre omissões e responsabilização do culpado pelo crime. A série documental está disponível na Netflix e foi lançada em 2021. Dependendo do país de onde vive o telespectador, a princípio não fica tão perceptível como as diferenças culturais dos envolvidos em um crime, dos comportamentos regionais das testemunhas, da polícia e do sistema judiciário podem influenciar na resolução de um caso, mas vai se tornando mais evidente ao longo dos episódios da série documental. De 1996, ano em que Sophie foi assassinada em West Cork, até 2021, ano em que foi lançada a série documental, muita coisa mudou, mas outras permaneceram iguais. Ao longo dos três episódios, é impossível não gerar ansiedade de que al

Orientações sobre Jornalismo de Moda

A jornalista Sonal D'Silva do site indiano de notícias Rediff.com conversou com quatro especialistas na área de moda e descobriu algumas orientações para quem gostaria de seguir a área de jornalismo de moda (fashion journalist).

Robb Young, do Financial Times, explica que existem algumas perspectivas bastante negligenciadas na escrita de moda que vão além do elemento celebridade e entretenimento. Sem examinas essas perspectivas, sua escrita sobre moda será indiferente, sem importância.

- Por exemplo, a história e a antropologia de um espaço é muito importante para a moda. Olhe para o lado político, social, econômico e veja como isto impacta no look, estilo, cor etc.

- Uma tendência não tem que começar de um designer e coleção, pode começar pelas pessoas. Certifique-se de desenvolver um bom relacionamento com a moda de rua.

- Enquanto estiver fazendo pesquisas, pode valer a pena explorar mídia cidadã, como blogs de moda por exemplo. Leia o que eles tem a dizer e, se valer a pena, integre as opiniões em sua pesquisa. Uma coisa a se lembrar sobre mídia cidadã é que ela é muito rápida com a informação. Com ferramentas como câmeras digitais e celular à sua disposição, eles são rápidos para atualizar as notícias e tendências. Se você é um jornalista de mídia impressa, é importante que você mantenha-se atualizado.

O editor-chefe de moda da Style.com Laird Borrelli disse que é preciso ir além dos releases quando você for escrever um artigo de moda. "Aprofunde-se e consiga o máximo de informações de primeira mão que você conseguir. Qualidade e exatidão das informações é muito importante".

Borrelli fala sobre a importância da interatividade do site, pois as pessoas gostam de se envolver e da monitoração da taxa de retorno dos leitores.

Cena do filme 'O Diabo Veste Prada'

A editora da revista indiana DNA, Sathya Saran, esclarece que em qualquer sociedade, a cultura e moda estão relacionadas, portanto você deve ser capaz de ver o impacto que os dois têm entre si e desenvolver a compreensão da teoria da cultura e da moda.

- Treine para ser um pesquisador minucioso e eficiente. Um bom jornalista de moda tem que ser capaz de comentar e criticar com sabedoria o cenário da moda, tendências, designers etc. Para isso, você deve ter uma sólida formação e ser capaz de procurar informações.

- Desenvolva uma compreensão global do negócio de um design e de sua perspectiva histórica. Você tem que entender como o designer e seu trabalho se conecta ao redor do mundo.

- Tenha mente aberta. Como comentarista, você não pode ser tendecioso sobre um designer ou o seu trabalho. Entenda que design é um processo criativo. Julgue cada coleção por sua própria iniciativa e não com base no trabalho passado do designer. Um designer muito bom às vezes pode ter uma coleção ruim e você tem que ser objetivo o suficiente para reconheer isso.

Vinod Nair, editor de moda do Hindustan Times, acredita que é melhor ter medo do que ser confiante na sua abordagem, pois se você estiver com medo, vai verificar repetidamente os fatos para se certificar de que eles estão certos.

Nair ainda explica que quando você for assistir a um desfile de moda converse com o designer. "Quando você está começando pode não saber todos os termos necessários para descrever uma roupa ou coleção. Em vez de ser vago com suas descrições, é melhor obter uma citação direta do designer que irá usar os termos corretos", finaliza.
 
Acesse o artigo na íntegra

Comentários

Mais lidas da semana