Pular para o conteúdo principal

Destaques

Pediatras recomendam que pais leiam livros para bebês e crianças

A leitura de livros é recomendada desde os primeiros anos de vida. Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, os pais devem ler para as crianças, tanto para desenvolver a afetividade quanto para estímulo cerebral.


Compre livros infantis:https://amzn.to/2T36xL7

Em entrevista ao Portal Clickbebê, a neuropediatra Liubiana Arantes Araújo comentou que nessa fase da vida é importante estimular as crianças através da leitura e mostrar como uma atividade prazerosa, ajudando com o desenvolvimento do cérebro e facilitando o aprendizado.

Assista ao vídeo:



"Receitar livros" é uma prática recomendada pela Academia Norte-Americana de Pediatras e pela Sociedade Brasileira de Pediatras. No Brasil, a prática conta com o apoio do Itaú Socialque tem um projeto de incentivo à leitura para a criança e já distribuiu mais de 51 milhões de livros impressos, entre eles milhares de obras em braile e com fonte expandida para pessoas com deficiência visual.

De acordo com informações da Sociedade Brasil…

Escoteiros campo-grandenses realizam ações ambientais aos sábados

*Texto escrito por Maria Izabel Costa e Ben Oliveira, acadêmicos de Jornalismo da UCDB, para o Blog Emfocando.

Sábado, um dia para ficar em casa, tomar tereré com os amigos, descansar um pouco ou ir para festinhas, mas nem todo mundo usa esse dia para descansar. O movimento escoteiro está presente na vida de muitos campo-grandenses que utilizam o fim de semana para praticar o escotismo e realizar ações voltadas à educação, conscientização ambiental e formação de caráter e cidadania.

Com mais de 35 anos de existência, o Grupo Escoteiro Padre Heitor Castoldi conta com mais de 45 metros. A sede está localizada desde 1999 no Parque das Nações Indígenas, ponto de Campo Grande localizado nos altos da Avenida Afonso Pena, bem próximo ao futuro Aquário do Pantanal (Confira no mapa abaixo. Clique na imagem para ampliar).



Para descrever o escotismo nada melhor do que palavras dos participantes do movimento. "O escotismo para mim significa praticar e querer o bem de todos e ajudar o próximo sempre", conta a escoteira Beatriz Bonatto.

Meio Ambiente
Chefe dos lobinhos do Grupo Escoteiro Padre Heitor Castoldi desde 2006, Nádia Vico fala sobre algumas das atividades realizadas dentro do movimento. "Desenvolvemos a consciência ambiental e sustentabilidade, sendo que nossos juvenis são motivados a adotar medidas que ajudem a preservar o Meio Ambiente".
Crianças aprendem a analisar folhas de árvores para descobrirem
 o nível de poluição do parque. Foto: 
Ben Oliveira.

Como esse grupo se reúne dentro de um parque, a maior preocupação dos membros é manter o parque em bom estado, cuidando da limpeza tanto da área verde quanto do rio.

Conscientização

"Além de manter o parque limpo na área onde estamos inseridos, os juvenis já fizeram algumas campanhas referentes ao lixo e sua destinação, inclusive com um pequeno filme feito dentro do parque, e varias atividades de reciclagem. A Comunidade que freqüenta o parque foi envolvida nessa campanha, recebendo dos juvenis hortas feitas dentro de garrafas pet", diz Nádia Vico.

Crianças escoteiras de diferentes idades são divididas em matilhas
para realizarem atividades pelo Parque das Nações Indígenas.
Foto: 
Ben Oliveira.
Para Beatriz, além do cuidado com a natureza o escotismo tem outras funções para o jovem. "Eu adoro o escotismo porque o escotismo  proporciona à criança o trabalho em equipe , conviver com os demais e como nos relacionar com a vida ao ar livre, fazendo com que o jovem aprenda novas coisas e se conscientizando da necessita da preservação da natureza".

Confira abaixo um vídeo gravado pelo acadêmico de jornalismo Gabriel Gomes em um sábado à tarde na Sede do Grupo Escoteiro Padre Heitor Castoldi, no qual é possível observar as atividades relacionadas ao meio ambiente desenvolvidas pelos escoteiros.
Escotismo

Aos que desejam participar deste grupo, as atividades acontecem todos os sábados das 14h às 17h. Para participar é fácil. A partir dos 7 anos de idade a criança é bem vinda. Se for menor de idade basta ir acompanhada de um responsável. Se for maior de idade basta comparecer e conversar com um dos responsáveis pelo grupo.

Segundo documento oficial publicado pela União dos Escoteiros do Brasil (UEB), Projeto Educativo do Movimento Escoteiro, o escotismo é um movimento de educação não formal, que se preocupa com o desenvolvimento integral dos jovens, complementando o esforço da família, da escola e de outras instituições. Confira trecho do projeto: "Nosso propósito é contribuir para que os jovens assumam seu próprio desenvolvimento, especialmente no caráter, ajudando-o a realizar suas plenas potencialidades físicas, intelectuais, sociais,afetivas e espirituais, como  cidadãos responsáveis,  participantes e úteis em suas  comunidades".

De acordo com a UEB existem 160 países com Organizações Escoteiras Nacionais, membros reconhecidos pela Organização Mundial do Movimento Escoteiro. Dados divulgados pela União apontam a existência de mais de 28 milhões de escoteiros em 216 países e territórios.

Veja mais fotos na galeria abaixo:

Comentários

Mais lidas da semana