Pular para o conteúdo principal

Destaques

Revolutionary Love: Série coreana de drama explora o abismo que divide as classes sociais

Embora muitos dramas coreanos pequem na representatividade de diversidade racial e deem pouquíssimo espaço para estrangeiros e imigrantes, a série Revolutionary Love (2017) da tvN e no Brasil disponível temporariamente pela Netflix , acaba indo além dos elementos de comédia e romance, mostrando o drama das diferenças de classes sociais , os preconceitos e a possibilidade de imersão nesse mundo desconhecido pelo filho do dono de um dos maiores conglomerados de empresas da Coreia do Sul . A ingenuidade e a ignorância da realidade das classes trabalhadoras tornam o protagonista um tanto embaraçoso, lembrando de forma vaga a jornada de Buda quando conheceu a realidade fora do palácio e foi confrontado com a fome, a doença, a pobreza e a morte. Longe de ser uma série com alguma alegoria espiritual, mas do ponto de vista do comportamento é interessante acompanhar como Byun Hyuk (Choi Si-won) se torna mais empático e humanizado quando seu caminho cruza com o de Baek Joon (Kang So-ra) . E

Desafios do jornalismo contemporâneo

O Observatório da Imprensa reproduziu esta semana uma entrevista realizada por André Bürger com o diretor de redação dos jornais do Grupo RBS, Marcelo Reich, na qual o entrevistado aborda pontos necessários nos dias atuais relacionados aos veículos de comunicação e aos profissionais de jornalismo.

Empreender é uma das ações comentadas por Marcelo Reich e considerada a principal característica esperada pelo mercado de trabalho dos jornalistas recém-formados. O profissional também sobre os diversos alicerces que sustentam os modelos econômicos dos jornais atualmente.

A integração e convergência midiática e o modelo de pagamento para poder ver mais de 30 matérias por mês no site do jornal Zero Hora também foram citados pelo diretor de redação. Talvez o ponto principal levantado pelo entrevistado foi a necessidade do processo de curadoria da história e verificação do que é verdadeiro, em uma época de excesso de informação.

Confira a entrevista na íntegra no link a seguir: http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/view/_ed721_o_recem_formado_em_jornalismo_deve_saber_empreender

Comentários

Mais lidas da semana