domingo, 20 de janeiro de 2013

Balneário Sete Quedas do Didi - Rio Verde (MS)

Texto: Ben Oliveira

Chegou sexta-feira e como sempre não havia muitas coisas para se fazer na cidade. Decidiu conhecer Rio Verde de Mato Grosso, no Mato Grosso do Sul, para ser mais específico, o Balneário Sete Quedas do Didi.

Cachoeira Sete Quedas. Foto: Ben Oliveira.
O município está localizado a aproximadamente 190 km de Campo Grande, a capital de Mato Grosso do Sul, e é uma ótima opção para quem está precisando relaxar e gosta de estar em contato com a natureza. Depois de mais de duas horas dirigindo em uma rodivia repleta de buracos, caminhões e motoristas imprudentes, por sorte cheguei à cidade antes do horário do almoço.

Expectativas me preenchaim da cabeça aos pés. "Espero que o lugar seja bonito e compense todo esse tempo e estresse da viagem", era tudo o que eu conseguia pensar.

Antes de decidir ir para Rio Verde, eu havia olhado algumas fotos da cachoeira, mas preciso dizer que nada substitui sentir aquela água, ora gelada, ora quente, te fazendo uma massagem com a força da natureza.

Balneário Sete Quedas. Foto: Ben Oliveira.
Por apenas R$ 10 passei a tarde no balneário. Como uma criança curiosa e medrosa, a cada minuto que passava eu descobria uma parte diferente da cachoeira legal para me aventurar.

Tudo é tão lindo no Sete Quedas deixando difícil a tarefa de descrever. A água esverdeada, os peixinhos, a natureza mostrando suas belezas e utilidades para o homem. Uma coisa no balneário é certa: você sai de lá com as energias recarregadas.

Quem conhece Rio Verde eventualmente retorna para o local, seja por morar dentro do Estado, do preço e da necessidade de se desligar um pouco.

Lá no balneário conheci uma professora idosa de Dourados (MS), a mesma me contou que visitava o destino todos os anos. Ela também me explicou como o rio tem se transformado ao longo do tempo, apontando lugares em que era possível atravessar andando e agora estavam cobertos de água.

Durante o Carnaval e as folias carnavalescas fora de época, os balneários de Rio Verde ficam repletos de pessoas que encontram no lugar uma opção de diversão, saírem de suas cidades e se refrescarem no rio e cachoeiras nos dias quentes.

Curtindo a cachoeira. Muito relaxante.
Somente na hora de partir eu percebi  como não pensado em nenhum problema ou preocupação naquelas horas. Com o sol, de quebra ainda consegui me bronzear um pouco.

Um lugar com tanto potencial deveria ser melhor aproveitado, tanto no que se refere à estrutura, quanto à divulgação. Mais próximo de Campo Grande (MS) do que Bonito (MS), Rio Verde não possui tantas opções de passeio de ecoturismo quanto um dos destinos mais conhecidos do Brasil e mundo, mas é ideal para quem deseja e necessita viajar, mas está com pouco tempo (podendo ir e voltar no mesmo dia) e dinheiro.

Apesar de não saber direito como funciona a ponto de indicar, o balneário também oferece apartamentos, chalés, áreas de camping e chalés, cujo valor eu desconheço e é necessário ligar para perguntar, pois não estão divulgados no site.

Para mais informações sobre o Balneário Sete Quedas do Didi, acesse o site: http://www.7quedasdodidi.com.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários Recentes

Me acompanhe no Instagram