Pular para o conteúdo principal

Destaques

Revolutionary Love: Série coreana de drama explora o abismo que divide as classes sociais

Embora muitos dramas coreanos pequem na representatividade de diversidade racial e deem pouquíssimo espaço para estrangeiros e imigrantes, a série Revolutionary Love (2017) da tvN e no Brasil disponível temporariamente pela Netflix , acaba indo além dos elementos de comédia e romance, mostrando o drama das diferenças de classes sociais , os preconceitos e a possibilidade de imersão nesse mundo desconhecido pelo filho do dono de um dos maiores conglomerados de empresas da Coreia do Sul . A ingenuidade e a ignorância da realidade das classes trabalhadoras tornam o protagonista um tanto embaraçoso, lembrando de forma vaga a jornada de Buda quando conheceu a realidade fora do palácio e foi confrontado com a fome, a doença, a pobreza e a morte. Longe de ser uma série com alguma alegoria espiritual, mas do ponto de vista do comportamento é interessante acompanhar como Byun Hyuk (Choi Si-won) se torna mais empático e humanizado quando seu caminho cruza com o de Baek Joon (Kang So-ra) . E

Editora Escândalo divulga resultado do II Concurso de Contos Loveless

Na tarde de hoje a Editora Escândalo publicou o resultado do II Concurso de Contos LOVELESS  e entre os 12 escritores selecionados, dois contos meus – Ben Oliveira – estão na lista dos vencedores do concurso literário – "Segredos Expostos" e "Prazeres Perigosos".

Segundo informações postadas no site da editora, participaram 38 contistas do concursos, em um total de 47 trabalhos inscritos. Os contos serão reunidos e transformados em um livro.

Com a frase: “Você consegue NÃO escrever sobre o Amor?”, a proposta do concurso era escrever contos sobre qualquer assunto, desde que não fosse abordado o tema amor / relacionamento amoroso.

Confira a lista completa dos vencedores do II Concurso de Contos Escândalo - Loveless:

Eduardo Bravo: “Amor de Pai” e “O Deus Imoral”

Rodrigo Adriano Machado: “O Sorriso de Victtor”

Felipe Moreira: “A Descoberta do Silêncio”

Filebo Carvalho: “A Revolução de Jean”

Daniel Manzoni: “Um Filho da Mãe: a angústia de ser parido”

Ítalo Damasceno: “Camarão de Quintal”

Cícero Edinaldo: “Defeitos de Fábrica”

Ben Oliveira: “Segredos Expostos” e “Prazeres Perigosos”

Sergio Viula: “Caos Ordenado”

Tales Gubes: “O Bufo”

Roberto Maty: “Cuidado Para Não Derrubar”

Marcio Lima: “O Garoto do Anúncio”

Editora Escândalo destina-se a publicar e projetar no mercado editorial brasileiro obras de ficção e não-ficção exclusivamente de cunho LGBT, contando com autores que versem sobre esse foco nos mais distintos aspectos e colocando-os ao alcance do grande público.

-> Livro de contos gays será lançado em São Paulo

Comentários

Mais lidas da semana