Pular para o conteúdo principal

Destaques

Revolutionary Love: Série coreana de drama explora o abismo que divide as classes sociais

Embora muitos dramas coreanos pequem na representatividade de diversidade racial e deem pouquíssimo espaço para estrangeiros e imigrantes, a série Revolutionary Love (2017) da tvN e no Brasil disponível temporariamente pela Netflix , acaba indo além dos elementos de comédia e romance, mostrando o drama das diferenças de classes sociais , os preconceitos e a possibilidade de imersão nesse mundo desconhecido pelo filho do dono de um dos maiores conglomerados de empresas da Coreia do Sul . A ingenuidade e a ignorância da realidade das classes trabalhadoras tornam o protagonista um tanto embaraçoso, lembrando de forma vaga a jornada de Buda quando conheceu a realidade fora do palácio e foi confrontado com a fome, a doença, a pobreza e a morte. Longe de ser uma série com alguma alegoria espiritual, mas do ponto de vista do comportamento é interessante acompanhar como Byun Hyuk (Choi Si-won) se torna mais empático e humanizado quando seu caminho cruza com o de Baek Joon (Kang So-ra) . E

Livros de Contos serão lançados no segundo semestre de 2013

No segundo semestre de 2013 acontecerão os lançamentos de quatro livros de contos com a participação de vários autores, cujos meus textos foram selecionados. Estou muito feliz de poder ver minhas histórias ganhando vida e lançadas em antologias.

Ainda me lembro da sensação de segurar o primeiro livro com dois contos meus. O lançamento de Loveless, coletânea de contos com temática gay, aconteceu em Julho de 2013, no Telstar Hostel, em São Paulo (SP). No evento tive a oportunidade de conhecer os outros autores da obra, bem como outros escritores da Editora Escândalo e me emocionar o meu primeiro autógrafo. Estávamos todos orgulhosos do nascimento de Loveless.

Capa do livro Loveless, lançado pela Editora Escândalo. Foto: Divulgação.

Após saber que tinha sido aprovado no concurso de contos da Escândalo, continuei enviando meus textos para outros processos seletivos, como as antologias da Andross Editora. Três contos meus foram selecionados para antologias distintas da Andross, são eles: Para Sempre Uma Estrela (Antologia Mentes Inquietas – Organizado por Alfer Medeiros), Pesadelo de Hotel (Antologia Sonhos Lúcidos – Organizado por Alex Mir) e O Último dos Príncipes (Antologia Amores Impossíveis – Organizado por Leandro Schulai).

Capa do livro Amores (Im)Possíveis. Foto: Divulgação / Andross Editora.

Capa do livro Mentes Inquietes – Contos Sobrenaturais de Suspense e de Terror. Foto: Divulgação / Andross Editora.

Capa do livro Sonhos Lúcidos. Foto: Divulgação / Andross Editora.

Fiquei mais contente ainda quando soube que havia sido ganhador de outro concurso literário da Editora Escândalo, o concurso de contos Homossilábicas Volume 3, com o texto Transformações do Amor. O lançamento do livro homônimo ao concurso deve acontecer até o final deste ano.

Capa do livro Homossilábicas Vol. 3. Foto: Divulgação / Editora Escândalo.

Para quem nunca tinha imaginado ver um texto meu ser publicado tão cedo, fiquei surpreso e maravilhado com as oportunidades que têm aparecido. Sempre que posso, tento participar de concursos literários. Em breve divulgarei mais informações aqui no blog sobre os lançamentos dos livros, com os links para quem desejar participar do evento ou comprarem as obras pela internet. Fica aqui a minha gratidão por quem sempre visita o meu blog, me apoia a escrever e acompanha um pouco da minha jornada. Espero algum dia poder me sentir realizado como jornalista e escritor.

Comentários

Mais lidas da semana