Pular para o conteúdo principal

Destaques

Sobre rabiscos e telas brancas

A tela branca pode ser um convite à explosão criativa ou uma tortura ao artista que sente seu espírito definhando diante da pesada realidade. Em tempos de crise e ódio, a arte fica esquecida e é vista como desimportante; ironicamente, é quando mais precisamos dela, de algo que nos faça sentir vivo e toque as partes atordoadas.


O som dos dedos se movendo pelo teclado era como fantasmas de uma vida distante. É incrível perceber quantas vezes nós deixamos algumas partes nossas morrerem ao longo de nossas existências; as máscaras, antes tão confortáveis, agora incomodam e não nos servem mais. Leva tempo até ficarmos satisfeitos e ajustados à nova realidade. Viver é admitir que sabemos pouco sobre nós mesmos e há sempre algo novo que pode nos transformar, seja para o bem ou para o mal.

O artista encara a tinta respingando pela tela. Para o espectador sem intimidade, nada faz sentido, a desconexão de ideias é tormentosa; para ele, o lembrete de que sua arte nunca o abandonaria. Como poderia…

Lançamento: Uma Crônica sobre a Pergunta – Daniel Manzoni

No dia 25 de julho será lançado o livro Uma Crônica Sobre a Pergunta, do escritor Daniel Manzoni. O evento acontecerá a partir das 18h30, na Livraria Martins Fontes, localizada próximo ao metrô Brigadeiro, em São Paulo (SP).

Para quem não sabe, o Daniel é escritor, pesquisador e professor. Estou muito orgulhoso do lançamento do seu primeiro romance Uma Crônica sobre a Pergunta, publicado pela CRV Editora. Além de acompanhar o desenvolvimento do livro dele, tive a oportunidade de participar de duas coletâneas de contos com ele, ambas publicadas pela Editora Escândalo: Loveless e Homossilábicas Vol. 3.

Não deixe de ler: Entrevista: Escritor Daniel Manzoni fala sobre seu romance de estreia

Sinopse: Raiva, amor não correspondido, amor correspondido, inveja, perversidade, inocência, revolta e vingança. Você sabe quem você é de verdade? Quais poderiam ser as consequências de querer saber quem você é? Qual a melhor forma de responder essa pergunta? Esse conjunto de sentimentos são fáceis de serem descobertos e aceitos dentro de nós? Para o jovem garoto Babil, com múltiplas facetas como uma ‘Babel’, o final da adolescência não terá outro sentindo se não for para responder a uma pergunta que o atormenta: “Quem eu sou?”. Babil, está para terminar o ensino médio e perdido, como tantos outros jovens, na escolha da profissão que deverá seguir. Como destaque de bom aluno, simples e dedicado na escola é aconselhado por seu Professor de Filosofia (acreditando que Babil poderá ser um grande pensador, tudo aquilo que não havia conseguido ser), a seguir a carreira de cientista para encontrar suas verdades. Decidido, Babil, embarca em uma aventura cheia de encontros, desencontros, contraditória e confusa para forma-se como um cientista. Nesse caminho, Babil, encontrará todas as dificuldades de um estudante pobre em uma grande metrópole e descobrirá pessoas decisivas no seu caminho e irá se deparar com sentimentos sobre si mesmo que jamais havia imaginado.

O livro tem 182 páginas e já está disponível para comprar no site da Editora CRV

Sobre o autor – Daniel Manzoni de Almeida nasceu em São Caetano do Sul, em São Paulo. Encontrou na escrita uma maneira de expressar sua visão de mundo a sua volta. Graduado em Ciências Biológicas. Realizou mestrado e doutorado em Ciências Biológicas. Atualmente é professor de biologia para o ensino médio, superior e para a comunidade carentes; autor literário; pesquisador, conferencista e consultor na área de ensino.

Local:  Livraria Martins Fontes –  Av. Paulista, 509 (próx. ao metrô Brigadeiro)

Comentários

Mais lidas da semana