Pular para o conteúdo principal

Destaques

Jessica Jones: Dos Defensores aos Vingadores

SPOILER: JESSICA JONES AMA LUTAR SOZINHA, mas todos heróis trombam com ela. Começaremos em Manhattan, terminaremos na América Latina, Estados Unidos e Rússia; — Jessica Jones, você é uma trapaceira. Você sempre teve muitas vantagens. Permitiram que você cometesse erro atrás de erro. Você não consegue se controlar. Você não tem disciplina. Apenas força bruta! — O que você quer? — Matar você.  — Sei quem você é. Não é um segredo. — Então, você sabe que posso quebrar sua cara? [...] Não preciso da sua ajuda, nem você da minha [...] — Quando você se junta com maníacos, pessoas ao seu redor se machucam. Todo mundo tem sua história: um começo, um meio e um fim. —Jessica Jones, você pensou que poderia salvar o mundo, mas você tem medo de ter falhado. E falhou, porque você não é e nunca será. uma heroína.  — Você ainda é uma heroína se ninguém acredita nisso? — Como se eu desse a mínima para o que os outros pensam de mim...  Leia também: Livro sobre assassinos, serial killers e psicopatas que

Assista a animação baseada no conto O Coração Delator, do escritor Edgar Allan Poe

No dia 19 de janeiro é comemorado o aniversário do escritor Edgar Allan Poe.  Nascido em 1809, há 206 anos, Poe morreu aos 40 anos. Para celebrar a data, compartilho com vocês o curta-metragem de animação baseado no conto O Coração Delator (The Tell-Tale Heart).


O conto O Coração Delator, como o próprio título indica, é sobre um homem vidrado com um velho. Em um momento de loucura, o protagonista decide matá-lo. Mesmo morto, o personagem continua escutando as batidas do coração do velho.

A animação é narrada por James Mason e foi produzida, em 1953, pelo extinto estúdio de animação UPA (United Productions of America). Tell-Tale Heart Animation foi o primeiro desenho animado a ser classificado para adultos, de acordo com o Conselho Britânico de Censores de Filmes na Grã-Bretanha.

Assista a animação de The Tell-Tale Heart:



A insanidade e os assassinatos são temas recorrentes nas narrativas de Edgar Allan Poe. O conto The Tell-Tale Heart foi publicado pela primeira vez em 1843 e é considerado um dos clássicos da ficção gótica. A história é narrada pelo próprio protagonista, um homem que declara não ser louco.

Veja também: Documentário sobre Edgar Allan Poe – Contos de Terror

De acordo com a Edgar Allan Poe Society of Baltimore, há comentários que sugerem que o velho do conto possa ser o pai do narrador, assim como há quem diga que ele seja o pai adotivo dele, John Allan. "Esta sugestão, no entanto, não está diretamente apoiada por uma leitura atenta do conto e uma compreensão do contexto em que foi escrito, e é, talvez, muito orientada nas leituras psico-biográficas para serem levadas a sério".

Sobre o escritor – Edgar Allan Poe foi um autor norte-americano, poeta, editor, crítico literário. Ele é reconhecido por causa de seus contos de mistérios e narrativas macabras. Por ter sido um dos pioneiros na arte de escrever contos, ele é considerado o pai do gênero literário por alguns, além do horror e suspense, Poe deixou suas contribuições para o crescimento do gênero detetivesco e ficção científica.

Poe teve dificuldades financeiras por se dedicar à escrita, principalmente como escritor solitário. A causa de sua morte é desconhecida e atribuída a vários fatores, como seus problemas com o álcool, congestão cerebral, cólera, drogas, doenças do coração, raiva, suicídio, tuberculose e outros agentes.

Não deixe de conferir: 12 Contos de Edgar Allan Poe para Ouvir Grátis

Sou suspeito, mas adoro os contos do Edgar Allan Poe. Aliás, há uma influência de suas narrativas na minha escrita. Gosto muito do lado sombrio dos seus personagens, além de ficar feliz por ele ter inspirado escritores como Stephen King, H. P. Lovecraft e milhares de outros autores de ficção.

Comentários

Mais lidas da semana