Pular para o conteúdo principal

Destaques

Autismo: Responsabilidade e experiência como moderador de grupo

Quando eu fui moderador de um grupo de autismo com milhares de pessoas (mais de 18 mil, se não estou enganado, sem falar as centenas de solicitações em espera), eu removia comentários e posts sobre tratamentos falsos e pessoas tentando promover eventos DUVIDOSOS de autismo (existem muitos).


Não importava se estava escrito nas regras, um post ou outro sempre passava, porque nem todo mundo tinha a mesma compreensão sobre pseudotratamentos e autismo e um dos moderadores sempre liberava.

Todo moderador/administrador tem responsabilidade sobre o que acontece dentro de um grupo, página, blog, que seja.

Eu e a Rivotrip​ chegamos a bater boca com anti-vacinas na madrugada. Fomos os últimos moderadores autistas do grupo. O resto era familiar.

Se no seu grupo passam vários podres e você não está moderando, você pode se sujar junto. É algo que vai além da imagem e credibilidade, especialmente quando se tratam de tratamentos proibidos e perigosos.

Mais consciência e responsabilidade.

Para as pess…

Documentário sobre Edgar Allan Poe – Contos de Terror

No documentário sobre o escritor Edgar Allan Poe – Contos de Terror, produzido pelo Discovery Civilization, a vida do reconhecido contista é abordada, levando o espectador a entender melhor sobre a influência do medo nas narrativas de Poe e a relação com a sua vida marcada por tragédias.

Para quem gosta de ler e escrever contos, Edgar Allan Poe ainda é referência. Para compreendê-lo e suas histórias, é preciso entender como os seus sofrimentos o inspiraram a escrever. Com uma existência marcada pela pobreza e tragédias, Poe e a mãe foram abandonados pelo pai alcoólatra quando era pequeno, logo em seguida a mulher morreu vítima de tuberculose.

Depois de ser adotado pelo casal Allan, cujo sobrenome ele nunca obteve oficialmente, somente após sua morte, Edgar Poe também perdeu a mãe adotiva. Sentindo-se como se fosse responsável pela má sorte e perdesse todos ao seu redor, alguns anos depois ele se casou com sua prima Virginia. Mesmo trabalhando como editor e crítico literário, a pobreza ainda se fazia presente na vida do escritor na vida adulta. Virginia também morreu vítima de tuberculose, contribuindo para a degradação da saúde mental de Poe.

Entre os contos de Edgar Allan Poe abordados no documentário estão O Poço e o Pêndulo, A Queda da Casa de Usher, Ligéia e O Coração Delator, além do famoso poema O Corvo, no qual o artista expressava o seu medo de perder uma pessoa amada, escrito pensando em sua mulher doente.

Suas histórias, assim como a vida do escritor Allan Poe, têm elementos relacionados à morte, loucura, sofrimento, medo, angústia, desejos, ciúmes, ódio. Poe morreu aos 40 anos de idade, quando estava delirante.

O documentário está com narração em português e legendas dos entrevistados. Com aproximadamente 47 minutos de duração, algumas histórias escritas por Edgar Allan Poe foram dramatizadas por atores.

Confira o Documentário Contos de Terror (Edgar Allan Poe):



Não deixe de ver também:

Documentário sobre o escritor Franz Kafka e sua vida marcada por fragilidades

Documentário Paulo Coelho: O Alquimista das Palavras

Documentário: Marcel Proust – Uma Vida de Escritor 

Comentários

  1. bacanérrimo! quem curte terror poe é uma prato a transbordar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho! Já gostava do escritor antes de saber sua história de vida, passei a admirá-lo mais ainda.
      Abraços

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana