segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Documentário sobre o escritor Franz Kafka e sua vida marcada por fragilidades

Adoro assistir documentários sobre escritores. Não pude deixar de me emocionar com o documentário sobre a vida do escritor tcheco Franz Kafka. Depois de ter lido A Metamorfose e um ensaio sobre Kafka no livro A Consciência das Palavras, do Elias Canetti, me encantei com este filme dirigido por Richard Dindo, no qual atores foram convidados a lerem trechos dos diários e cartas do escritor e pessoas que melhor o conheciam, alguns dos quais eu já tinha lido, mas vê-los interpretados proporcionaram uma dose de catarse inesquecível.

Acompanhar a história de Franz Kafka e até mesmo me identificar com alguns pontos, me provocaram uma sensação triste e libertadora ao mesmo tempo. Aliás, ver a aflição que outros escritores passaram, por mais egoísta que possa parecer ficar um pouco alegre com os seus sofrimentos, me dá a sensação de que não sou, não fui e nunca serei o único a passar por alguns desses apertos e me faz me sentir menos solitário, dentro dos limites que o ofício do escritor me permite ser.

Voltando ao documentário sobre Kafka, entre as histórias abordadas da vida do escritor estão: o seu relacionamento com Max Brod e Gustav Janouch; o amor que ele sentia por Felice, ao mesmo tempo em que sentia o temor do relacionamento atrapalhar a sua escrita; o relacionamento com a escritora Milena, a qual entendia Kafka e reconhecia sua inabilidade de ter uma vida normal e o seu namoro com Dora.

Nas obras do escritor Franz Kafka, em seu diário e cartas é possível encontrar sua essência: como ele se sentia pequeno e frágil (como um inseto) diante de seus pais e da vida; como ele se sentia um estranho dentro de sua casa, incompreendido pela mãe e com ódio do pai, que o faziam se sentir dependente; a maneira que ele enxergava a vida e sentia vontade de nunca ter nascido, em contradição com o seu desejo por viver e escrever suas histórias, mesmo diante da tuberculose e de saber que era quebrado e jamais poderia se entregar totalmente aos seus amores, pois aquilo significaria abrir mão de sua criação literária; seu processo de escrita que acontecia durante a noite, quando sofria com as insônias.

O documentário Quem Foi Kakfa? (Wer War Kafka) foi produzido em 2006, com direção e roteiro de Richard Dindo. O filme traz algumas imagens da época em que Kafka viveu em Praga. O mais interessante do roteiro é saber que mesmo não sendo atores interpretando as pessoas com quem Franz Kafka convivia, todo o texto é baseado em fatos reais, em seus diários, cartas e romances. O vídeo tem 1h e 36 minutos, com áudio em alemão e com legendas em português.

Assista ao documentário sobre o escritor Franz Kafka (Quem Foi Kafka?): 


Se você, assim como eu, também gosta de documentários sobre a vida de escritores, não pode deixar de conferir esses: 

Documentário: Marcel Proust – Uma Vida de Escritor

Documentário sobre Edgar Allan Poe – Contos de Terror

Documentário Paulo Coelho: O Alquimista das Palavras

Se você gostou, não deixe de comentar e compartilhar! Em breve, vou fazer mais posts sobre documentários e filmes sobre escritores... Afinal, a internet está cheia de conteúdos interessantes sobre literatura, basta saber procurar! ;-) 

4 comentários:

  1. Oi, Ben! Vi tua publicação no Grupo do Face (Blogueiros Literários Dot Com). Estou começando essa vida agorinha mesmo, hehe.
    Achei uma coincidência boa: Comecei a resenhar livros que li esse ano, e o primeiro foi O Processo. É, de longe, um dos livros mais tristes e profundos que eu li. Sou fãzíssima de Kafka e vou, COM CERTEZA, assistir ao documentário, aprender mais sobre ele.
    O post está muito bom, faz o que eu penso que deve fazer uma resenha/artigo sobre esse tipo de produção: Desperta na gente a vontade de ler.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Anna! Seja bem-vinda!
      Fico muito feliz que tenha gostado da sugestão do documentário. Estou muito curioso para ler os outros livros do Kafka (até o momento só li A Metamorfose) e um ensaio com cartas e diários sobre a vida dele (bem parecido com o documentário!).
      Obrigado pela visita e comentário! Volte sempre!

      Excluir
  2. Lindo e oportuno trabalho, Bem. Não li ainda, mas já tenho na minha estante o A METAMORFOSE. Com esse documentário senti despertar o desejo de ler, não so esse, mas os demais.

    Obrigada, pelo trabalho tao bonito.

    Suceso...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Theya! Muito obrigado pela sua visita e comentário! Leia A metamorfose, garanto que não vai se arrepender. O mais bacana de conhecer a vida dos escritores é entender o que os inspiraram a escrever. No final, a metamorfose acaba sendo uma história sobre a própria transformação do autor, de como ele se sentia pequeno diante da família e dos outros, um inseto, literalmente, prestes a ser esmagado a qualquer minuto.

      Abraços e volte sempre! Sucesso a todos nós!

      Excluir

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários Recentes

Me acompanhe no Instagram