Pular para o conteúdo principal

Destaques

Happy Old Year: Filme explora a linha tênue entre o desapego e a nostalgia

O filme tailandês Happy Old Year , de 2019, nos faz pensar sobre as relações que construímos com as coisas que guardamos ao longo da vida. Com direção e roteiro de Nawapol Thamrongrattanarit, a obra está disponível na Netflix. Chutimon Chuengcharoensukying interpreta Jean, uma mulher que deseja fazer um escritório em sua casa, mas se dá conta de que há uma pilha de objetos inutilizados pela casa. Interessada e inspirada pelo minimalismo, se dependesse só dela, ela colocaria tudo em sacos de lixo e jogaria fora, o que ela descreve como buracos negros, porém, à medida que ela coloca o seu plano em ação, Jean percebe que não será tão fácil como imaginava. Com a resistência da família a mudar, Jean encara de frente sua missão, doa em quem doer. O que deveria ser fácil e prático para ela, cuja necessidade é vista até mesmo como egoísmo, acaba se desdobrando em várias situações, fases e etapas conforme ela mergulha nas histórias, memórias e emoções que estão vinculadas aos objetos, especialm

Conexão Literatura: Autor Rubens Francisco Lucchetti é entrevistado para a 9ª edição da revista

Já está no ar a 9ª edição da revista online Conexão Literatura. O destaque deste mês de março na publicação é o autor R. F. Lucchetti. Entrevistas com autores, resenhas de livros, sorteios e parcerias. Confira as novidades da fanzine:


Rubens Francisco Lucchetti foi entrevistado pela revista. Considerado o “Papa da Pulp Fiction” no Brasil, o autor tem mais de 1500 títulos publicados, entre livros de ficção, roteiros de filmes, histórias em quadrinhos, artigos e desenhos.

“Eu usei diversos pseudônimos porque os editores não acreditavam num nome latino assinando histórias de Horror e Mistério, uma vez que esses gêneros não são muito cultivados em nosso país” – R. F. Lucchetti

  • Na página 4 da revista literária é possível conferir a lista de blogs e vlogs de literatura parceiros da Conexão Literatura – e que o Blog do Ben Oliveira está lá! 
  • Resenhas dos livros A Garota Sem Passado, escrita por Caroline Marcolino e Star Wars: Academia Jedi, escrita por Igor Thiago
  • Sorteios dos livros Mulheres que não sabem chorar (Lilian Farias) e O Abominável Dr. Zola (R. F. Lucchetti) rolando na página do Facebook da revista de literatura: https://www.facebook.com/revistaconexaoliteratura/ 


Mulheres que não sabem chorar – A vida de Marisa é regida pelo controle. Seja à frente do seu trabalho ou da vida dos filhos, ela é racional, mantendo-se sempre fria, um ser à parte das banalidades, cuja única preocupação é ser um exemplo. Olga é sua antítese. Sentimentos à flor da pele, dor flagelando a carne, pensamentos embaçados pelo esquecimento proporcionado pelo álcool. Sozinha, preocupa-se em apenas ser, em um mundo cercado por fatos que não reconhece mais como seus. Enquanto isso, Ana e Verônica esbarram com o acaso.

Duas senhoras solitárias, vizinhas e antagônicas. Será que um dia alguém acharia que poderiam viver em paz? Mais ainda, será que poderiam se apaixonar? Duas jovens livres e independentes. O que as impede de ficar juntas?

Mulheres que não sabem chorar é mais que uma história de amor entre iguais. Junto a estas personagens tão humanas, o leitor vê-se despido dos preconceitos, pudores e medos. Ora crua, ora poética, a trama nos obriga a enfrentar o espelho e se ver como nunca imaginou antes. Pois ao mergulhar neste romance, o que fará você pensar não é a forma como vê o amor, mas sim a forma com que ele se volta em sua direção. Esteja preparado.

(Danilo Barbosa - Autor de Arma de Vingança)


O Abominável Dr. Zola – Nas noites de luar, quando o relógio marca meia-noite, ouve-se um uivo sinistro, fazendo gelar nosso sangue. É o uivo de um ser de corpo peludo e dentes aguçados que ataca os incautos viandantes noturnos. Durante o dia, é um homem comum; mas, por artes do mal ou por artes de algum gênio louco, transforma-se à noite num monstro que aterroriza os habitantes de aldeias longínquas e tranquilas, como a de Westmoreland, na Inglaterra.

Somente a morte poderá trazer paz a esse pobre homem. Apenas a morte poderá amenizar-lhe o terrível sofrimento de ser transformado subitamente numa criatura horripilante com uma sede implacável de matar e destruir.

Sobre o editor da Revista Conexão Literatura – Ademir Pascale é Membro Efetivo da Academia de Letras José de Alencar (Curitiba/PR). Participou em mais de 40 livros, sendo um dos mais recentes “Nouvelles du Brésil”, publicado na França pela editora Reflets d’Ailleurs. Publicou pela Editora Draco “O Desejo de Lilith” e “Caçadores de Demônios”. Fã n° 1 de Edgar Allan Poe, adora pizza, séries televisivas e HQs

Em breve a revista ganhará um site exclusivo: www.revistaconexaoliteratura.com.br 

Atualmente, a revista pode ser baixada na página presente no site da Fábrica de eBooks: http://www.fabricadeebooks.com.br/conexao_literatura.html 

Gostou da dica? Recomende!

Comentários

Mais lidas da semana