Pular para o conteúdo principal

Destaques

Diversidade Invisível: Assista a palestra com autista diagnosticada aos 35 anos

Nos últimos anos, houve um aumento da disseminação de informações sobre autismo na internet. Embora a visão de profissionais da saúde seja importante, muitos autistas têm contado o seu lado da história. Na palestra Invisible Diversity, a redatora freelancer e vlogger Carrie Beckwith-Fellows compartilha sua história de como foi diagnosticada aos 35 anos e de como isso a possibilitou enxergar a vida através de uma nova perspectiva.


Carrie conta sobre os inúmeros diagnósticos errados que recebeu ao longo da vida. Para quem não sabe. além de ser difícil encontrar profissionais que entendam de autismo em muitos países, como alguns autistas aprendem a mascarar seus traços autísticos ao longo da vida, ainda é complicado para algumas pessoas reconheceram que estão no espectro autista e/ou encontrar quem possa fechar o diagnóstico formal.

“Existe um grupo de pessoas de voz única, cuja grande diversidade está tão bem escondida que é invisível, mesmo para elas mesmas [...] As pessoas autistas vee…

Lançamento: Sem Destino – Karina Dias

Depois do sucesso dos livros Aquele dia junto ao mar, As Rosas e a Revolução e Diário de uma garota atrevida, Karina Dias, premiada escritora de literatura homoafetiva, traz para o público uma nova trama. Desta vez, o primeiro livro de contos e poesias da carreira, Sem Destino, publicado pela Editora Metanoia, em 2016.


O livro Sem Destino será lançado no dia 18 de junho de 2016, a partir das 19h, no Frey Café e Coisinhas, localizado na Rua Frei Caneca, 703, em São Paulo (SP).

Baseado na história de amor que viveu com Paula, com quem esteve casada por 6 anos, o trabalho foi escrito após o falecimento da esposa. No prefácio do livro, o jornalista Leopoldo Rosalino, da rádio CBN adianta para o público que:

“Essa obra não é sobre prosa, nem sobre poesia. Apesar de ter prosa e poesia. Não é sobre estilo literário, nem métrica de grandes poetas, nem vocabulário vasto. Este livro é sobre alma”.

Confira: entrevista com a escritora Karina Dias

Conheça mais sobre o livro Sem Destino, da escritora Karina Dias:


Um casal apaixonado, como tantos, tinha sonhos, planos, metas. Mas, infelizmente o destino não permitiu que todos se realizassem.

Nos primeiros capítulos da obra, Karina Dias compartilha com seus leitores um pouco da história de amor que viveu com Paula, sua esposa que faleceu, em agosto de 2014. Apesar da separação precoce, o livro resgata a simplicidade dos primeiros encontros, traz à tona as sensações de borboletas no estômago ao vermos o ser amado, e, acima de tudo, mostra que os anos em que Elas viveram juntas foi intenso e valeu cada segundo de narrativa.

No processo de luto a autora desenvolveu uma coletânea de poesias, desnudando a falta que os casais homossexuais também sentem diante da perda. Cada linha foi escrita com o intuito de produzir uma literatura lésbica afirmativa, mostrando que dor e amor são vividos, simplesmente por seres humanos.
Ao fechar o livro, o leitor poderá meditar na frase que diz: “Sim, este livro é uma história de amor. Eterno enquanto possível, exatamente como as boas histórias reais...”

Um dos pontos fabulosos da trama é exatamente a interação que os leitores encontram. Existe um campo em branco para que cada pessoa possa escrever a sua própria história de amor e presentear.

Sobre a autora


Karina Dias é escritora, jornalista e pesquisadora. Mestre em Jornalismo Contemporâneo pela Faculdade Cásper Líbero e membro do Grupo de Pesquisa do CNPQ “Comunicação e Sociedade do Espetáculo”. Nasceu na cidade do Rio de Janeiro, mas reside em São Paulo. Autora dos livros Aquele dia junto ao mar (vencedor, por votação popular, do Prêmio PapoMix 2014, na categoria Literatura LGBT), Diário de uma garota atrevida e As Rosas e a Revolução. Em 2011, participou da primeira antologia de literatura lésbica da América Latina, Voces para Lilith, com a publicação em espanhol do conto Al encuentro del amor. Em 2014, iparticipa da coletânea Orgias Literárias da Tribo (recebeu o “15º Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade”). Em 2016, teve uma poesia publicada em Um Rio de Cores. Na Internet, publicou doze histórias, entre elas, De repente é amor, Encontros e Desencontros e Simplesmente irresistível.

Referência na literatura lésbica no Brasil, Karina Dias é objeto de pesquisa de Mestrado na Universidade Federal do Ceará. A socióloga Ismênia Holanda estudou a trajetória literária da autora, assim como a importância das suas histórias para as mulheres lésbicas brasileiras. A dissertação tem o título: "Escrever para si escrever, escrever sobre si: a literatura lésbica entre o virtual e o impresso”.

O livro Sem Destino foi publicado pelo Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Cultura através do ProacSP.

Ficou interessado? Os livros da Karina Dias podem ser adquiridos em seu site oficial: http://www.karinadias.com.br/ 

*Com informações da Assessoria de Imprensa da escritora Karina Dias.

Comentários

Mais lidas da semana