Pular para o conteúdo principal

Destaques

Rede Sombria: Documentários sobre o lado tenebroso da tecnologia

Tecnologia, poder e controle. Se você gosta de Black Mirror e outras histórias de ficção científica, sem dúvidas vai se interessar pela série de documentários Rede Sombria (Dark Net), criada por Mati Kochavi para o canal Showtime, disponível no momento no catálogo da Netflix Brasil.


A série de duas temporadas e um total de 16 episódios aborda diferentes maneiras que a tecnologia foi/será incorporada no nosso dia a dia e quais são/serão seus impactos positivos e negativos e o lado sombrio do universo digital.

Privacidade, polarização, redes sociais, reconhecimento facial, inteligência artificial, relacionamentos virtuais, biohackeamento, crimes cibernéticos, moderadores de conteúdos da internet, abusos policiais, lavagem cerebral, segurança, realidade virtual, entre outros assuntos são discutidos em Rede Sombria.

Ao mesmo tempo em que a internet e a tecnologia podem ser ótimas ferramentas, nas mãos de pessoas mal-intencionadas muitas questões éticas e criminais ainda devem ser discutid…

A Garota no Trem: Filme estreia no dia 27 de outubro nos cinemas do Brasil

O filme A Garota no Trem (The Girl on the Train), adaptação do livro homônimo da autora Paula Hawkins, vai estrear nos cinemas brasileiros no dia 27 de outubro de 2016. O thriller foi dirigido por Tate Taylor (Histórias Cruzadas) e conta com os seguintes atores no elenco principal: Emily Blunt (Rachel), Haley Bennett (Megan), Rebecca Ferguson (Anna), Justin Theroux (Tom), Luke Evans (Scott) e Édgar Ramirez (Dr. Karmal Abdic).


Confira a sinopse do filme A Garota no Trem: 


Rachel, que está desolada por seu divórcio recente, passa seu tempo indo para o trabalho fantasiando sobre o casal aparentemente perfeito que vive em uma casa onde seu trem passa todos os dias, até que em uma manhã ela vê algo chocante acontecer lá e se torna parte de um mistério que se desdobra.

Assista ao trailer do filme A Garota no Trem:




A Garota no Trem estreou nos Estados Unidos no dia 07 de outubro de 2016. A adaptação da história foi feita por Erin Cressida Wilson. Publicado originalmente em 2015 pela Riverhead Books, o romance de estreia da escritora e jornalista Paula Hawkins se tornou um best-seller internacional. Publicado em 50 países e em mais de 40 idiomas, o livro já vendeu mais de 15 milhões de exemplares pelo mundo – foi um dos livros de romance adulto que venderam mais rápidos na história. Os direitos de adaptação para o cinema foram comprados pela Dreamworks Pictures. No Brasil, o livro A Garota no Trem foi publicado pela Editora Record, em 2015, com tradução de Simone Campos.



O thriller psicológico também ganhou vários prêmios literários, entre eles: Melhor thriller do ano pelos leitores da revista Woman & Home (2016); prêmio Goodreads Choice na categoria Mistério e Thriller (2015) e no prêmio Audie de Melhor Audiobook do Ano (2016); além de ter sido nominado para o Waterstones Book of the Year, premiação escolhida pelos livreiros da maior cadeia de livrarias do Reino Unido, Waterstones (2016).

Sobre a autora


Nascida no Zimbabué e moradora de Londres, Paula Hawkins trabalhou como jornalista durante 15 anos antes de se dedicar à escrita de ficção.

De acordo com uma entrevista da Paula Hawkins para a Doubleday Canada, entre os autores que ela leu e formaram o seu gosto por narrativas de crime estão Agatha Christie e Donna Tartt com o livro The Secret History (no Brasil, o livro A História Secreta foi publicado pela Companhia das Letras, em 1995).

Questionada como ela se sente em relação às comparações de A Garota no Trem com Garota Exemplar (Gone Girl), da autora Gillian Flynn, Paula Hawkins comentou que é uma grande fã do livro e que considera um grande elogio, já que ela acredita que a personagem Amy é uma daquelas que as pessoas devem falar durante anos. No entanto, ela lembra que são livros bem diferentes. "Enquanto Garota Exemplar lida com a desintegração de um casamento, em A Garota no Trem nós já passamos deste ponto: o casamento de Rachel acabou, ela não tem emprego, não tem uma casa, ela perdeu tudo. Mais importante, ela perdeu o controle – enquanto a protagonista de Flynn conduz muito bem", afirmou Paula Hawkins.

Estou ansioso para assistir a adaptação de A Garota no Trem e você?
***
Ajude o blog a crescer. Assista ao vídeo do canal e se inscreva!

Comentários

Mais lidas da semana