Pular para o conteúdo principal

Destaques

Avaliação Neuropsicológica: 5 Motivos para ler o livro

Procurando me familiarizar um pouco mais com o universo das neurociências, recentemente terminei de ler o livro Avaliação Neuropsicológica, dos organizadores Leandro F. Malloy-Diniz, Daniel Fuentes, Paulo Mattos e Neander Abreu, publicado no Brasil pela editora Artmed, em 2018. Ótimo material de leitura para quem deseja entender um pouco sobre a neuropsicologia.


Compre o livro Avaliação Neuropsicológica: https://amzn.to/2WZtqzW

Estamos em 2019. Todos nós somos diferentes, temos funcionamentos neurológicos diferentes, mas muita gente ainda acha que todos funcionamos da mesma maneira. Eu, por exemplo, tenho Síndrome de Asperger, o que significa que a minha percepção sobre o mundo é um pouco diferente de um não-autista.

Mas o que eu queria dizer é: entender um pouco sobre a avaliação neuropsicológica pode ajudar as pessoas a entenderem melhor questões como transtornos de aprendizagem, neurológicos, psiquiátricos e neurodegenerativos.

Leia também: Vencendo o TDAH: 10 Motivos para ler o livr…

Reflexão: Dia Internacional do Yoga

Hoje é Dia Internacional do Yoga. Há anos pratico e vivo Yoga, mas não é só uma prática de posturas, é uma filosofia (existem vários tipos de Yoga, mas todos têm como propósito a libertação). Quando você aprende a se aceitar, você aprende a desapegar de pessoas, sentimentos e coisas que te fazem mal, quebrar ciclos de anos... ninguém se afasta do que te faz bem – consciência que alguns só desenvolvem durante anos de psicanálise.


Vivemos em tempos (sempre foi assim) em que as pessoas vivem para agradar as outras, não por si mesmas, e ser você mesmo pode ser assustador, pois todos querem pertencer a alguma coisa, mesmo que isso faça mal a elas. Desapegar não é ser indiferente, muita gente confunde, assim como não​ é desejar mal.

Não se engane quem vê yogi sorrindo de que a vida é doce o tempo todo. No tapete ou fora dele, a luta e o aprendizado são diários. Reconhecemos nossas sombras, nossos pensamentos e desapegamos. É interessante quando você muda: as pessoas te julgam como se a qualquer segundo você fosse parar de praticar e elas projetam em você o medo delas. Yoga te ensina a parar de ignorar sua intuição e a saber que você pode ser você mesmo. Há paz dentro de si.

Ninguém faz yoga pra postar foto, mas a gente posta se quiser (e se não posta, as pessoas deduzem erradamente que elas estavam 'certas', que você está 'fingindo ser algo que não é'). Ninguém faz yoga pelo outro, faz por si mesmo.

Yoga te ensina a deixar o outro ser como é e a seguir seu caminho, especialmente se não te fazem bem há muito tempo, mas você se acostumou com relacionamentos tóxicos a vida inteira: relacionamentos sem reciprocidade, amigos-inimigos e pessoas materialistas – aqueles que nos tempos difíceis somem. Desapegar de relacionamentos de aparência e se focar em essência. A entender que você não pode por sua lente nos outros e está tudo bem, desde que o outro não tente te empurrar a dele. A buscar paz em coisas que importam, a fazer escolhas conscientes e não se importar com os olhares de estranhamento.

Yoga te fornece luz em tempos sombrios e te ensina a desapegar da necessidade de julgamento do outro e de que o impossível é mais possível do que imaginava.


Alguém disse que você nunca ia conseguir fazer tal coisa e você acreditou. Há anos, você mesmo achou que nunca ia conseguir e conseguiu... hoje é tão natural quanto qualquer outra ação. Poderia ser sobre o yoga, sobre a escrita, sobre o amor, sobre a vida. Desapegar do medo e da insegurança faz parte da jornada de autoconhecimento. Saber quais são seus limites hoje e que está tudo bem, pois amanhã é outro dia. Respeitar seu próprio corpo, mente e espírito. Entender que tudo tem seu tempo e que seu único inimigo é você mesmo. Ilusões podem ser quebradas. Sonhos podem ser conquistados. Corações e espíritos podem ser regenerados. Paz vem de dentro pra fora. Buscar aprovação no outro é sempre receita para frustração. O que você tem feito por si mesmo? Amor próprio não é egoísmo

*Ben Oliveira é escritor, blogueiro e jornalista por formação. É autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e do livro de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1), disponível no Wattpad.

Assista ao vídeo da semana publicado no meu canal do Youtube:

Comentários

  1. Oi, Ben!
    EU acho lindo Yoga. Sempre que vejo alguém praticando lá na universidade eu paro e viajo observando aquela serenidade. Tenho muita vontade de fazer também, principalmente para lidar com esse lado do apego mesmo.

    Não sabia que hoje é o dia dedicado ao YOga. Parabéns!

    Abraço,
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Diego!
      Sou suspeito, né? Mas super recomendo Yoga como um todo. Te ajuda a encontrar equilíbrio e serenidade e cultivar relacionamentos mais saudáveis. Desapegar do que te faz mal é essencial para sobreviver.
      Abraços e gratidão pela visita!

      Excluir
  2. Olá!
    Não sabia sobre esse dia do Yoga!
    Eu já tentei praticar uma vez, mas não deu muito certo. Queria tentar de novo, mas a correria da vida nunca deixa :( Ou talvez eu invente obstáculos demais, vai saber. Esses dias eu fiquei com vontade de tentar algo novo, já que eu estou atualmente apenas me dedicando à universidade, quem sabe eu não recomeço a praticar?
    Beijos
    seessemundofossemeu.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thainara!
      Eu super recomendo. Se você tirar pelo menos uns 20-30 minutos por dia, já faz toda diferença. Às vezes, precisamos recarregar as energias e de um tempo para desconectar dos problemas. Super recomendo o canal da Pri Leite, caso tenha interesse em fazer aulas pela casa e assistindo pelo Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCehH0gfC-ivKz_htoMHxHtA

      Beijos

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana