Pular para o conteúdo principal

Destaques

Autismo: Entre fofocas e intrigas

Aviso aos bonitos e bonitas que sempre jogam meu nome e dos colegas nos grupos de Facebook e WhatsApp: alguém de vocês sempre solta algo e de um jeito ou de outro, chega até mim.


Minha dica é: quer falar mal? Fala à vontade. Se quiser, eu falo junto. Não tenho vergonha de fazer autocrítica, aliás, recomendo a todos.

Agora, se me difamar e/ou queimar minha reputação, o bicho pega.

Nesta página, não trabalho com indiretas. Só com diretas mesmo.

Já disse que nem todo autista é bonzinho, né? 😈

Dica para os anjinhos e neurotípicos: Arranjem hobbies e outros hiperfocos, ocupem a cabeça com outras coisas que não sejam só esse mundinho de intrigas do autismo.

Um grande filósofo pós-moderno, Benstein Oliveira disse que a fofoca viaja à velocidade da luz e que ela vem de todos cantos e cores do autismo. Nem WhatsApp eu uso, mas as conversas de lá sempre chegam aqui. Por que será, gente?

Formado em Harvard na arte das fofocas chegarem até mim. Parece que sou ímã para embuste.


Para os trolls que…

O Sincronicídio: Thriller brasileiro estreia na loja Kindle

Apoiem artistas quando estão vivos, não na hora de prestar homenagens póstumas. Pensando nisso e aproveitando a novidade da semana: passando por aqui para avisar que o livro O Sincronicídio, do Fabio Shiva, agora está disponível em formato de eBook na loja Kindle.

Para quem gosta de thrillers, é um dos melhores que já li. O romance tem tantas referências e um conceito tão bem trabalhado, que não deixa a desejar, especialmente para nenhum leitor que tem preconceito com livros nacionais e só gosta de livros internacionais.


Aproveite para baixar e ler O Sincronicídio: https://amzn.to/2Jx6aUr

Publicado originalmente em 2013 pela Caligo Editora, alguns livros são tão marcantes que mesmo com o passar dos anos, continuamos pensando neles. Fui um dos leitores que disseram que O Sincronicídio deveria estar disponível no formato de eBook. Acredito que é um livro que mais pessoas deveriam conhecer, até mesmo para conhecer diferentes autores e perceber que temos ótimos escritores de ficção no Brasil.


“Gratidão, meu querido! Só tenho a declarar mesmo essa gratidão, pois volto a dizer, você foi o grande incentivador e responsável pelo livro estar disponível em eBook hoje! Ainda estou aprendendo a utilizar essa plataforma, e aproveito para confessar: já baixei o seu livro e estou ansioso para ler, mas ainda não aprendi a mexer no Kindle para PC!” – Fabio Shiva


Confira a sinopse do livro:


“E foi assim que descobri que a inocência é como a esperança. Sempre resta um pouco mais para se perder.”

Haverá um desígnio oculto por trás da horrenda série de assassinatos que abala a cidade de Rio Santo? Apenas um homem em toda a força policial poderia reconhecer as conexões entre os diversos crimes e elucidar o mistério do Sincronicídio. Por esse motivo é que o inspetor Alberto Teixeira, da Delegacia de Homicídios, está marcado para morrer.

“Era para sermos centelhas divinas. Mas escolhemos abraçar a escuridão.”

Suspense, erotismo e filosofia em uma trama instigante que desafia o leitor a cada passo. Uma história contada de forma extremamente inovadora, como um Passeio do Cavalo (clássico problema de xadrez) pelos 64 hexagramas do I Ching, o Livro das Mutações. Um romance de muitas possibilidades.

Leia e descubra porque O Sincronicídio não para de surpreender o leitor.

Esta é uma história que vai desafiando o leitor aos poucos, matreiramente, conquistando primeiro sua confiança antes de conduzi-lo a voos cada vez mais altos da imaginação. O SINCRONICÍDIO é um romance policial à sua maneira, que consiste em misturar todas as outras: as refinadas charadas do whodunit são apresentadas em meio a truculentas cenas noir, e o clássico mistério do quarto fechado é servido de modo a atender ao gosto moderno pela escatologia. Ocorre que esta é uma obra de muitas camadas, múltiplas possibilidades de interpretação. Não é exagero afirmar que nunca antes uma história policial foi contada dessa maneira.

Quanto ao estilo, a narrativa segue o padrão essencial do folhetim, finalizando cada segmento do texto em suspense, de forma a instigar o leitor a prosseguir com a leitura. Quanto à estrutura, este é um livro que escapa aos padrões, ao se propor como interseção literária entre dois ricos universos semânticos: o xadrez e o I Ching. O SINCRONICÍDIO é dividido em 64 capítulos apresentados fora da sequência numérica, cada qual representado pelo correspondente hexagrama do I Ching, o Livro das Mutações, milenar oráculo chinês. O hexagrama é apresentado ao início do capítulo em uma engenhosa adaptação para o xadrez, que substitui as linhas yang e yin pelas casas brancas e negras do tabuleiro, sinalizando as linhas móveis através de peças que ocupam as respectivas casas.
O resultado são verdadeiros “poemas enxadrísticos”, uma curiosidade a mais para o leitor comum e um deleite para os entusiastas do Jogo dos Reis.

O livro estruturado dessa forma, ao mesmo tempo em que propicia ao leitor uma apresentação original e atraente para a sua história, revela também afinidade com um alto anseio literário: expressar, através do romance, a totalidade da vida em sua complexidade. Pelo mesmo motivo, à semelhança de obras como Ulisses de James Joyce e Mrs Dalloway de Virginia Woolf, a história toda acontece em um único dia, o dia do Sincronicídio.

Sobre o autor – Fabio Shiva (leia a entrevista com o escritor) nasceu em Salvador, Bahia. Desde a adolescência entrou em contato com a escrita de contos e poemas. Já trabalhou como ghost-writer em livros de astrologia, revisor, além de ter exercido diversas profissões. É co-autor do livro de literatura / filosofia MANIFESTO – Mensageiros do Vento. Publicou o romance policial O Sincronicídio: Sexo, Morte e Revelações Transcendentais, em 2013, pela Caligo Editora. Também organizou o livro Escritores Perguntam, Escritores Respondem e é autor dos livros Labirinto Circular / Isso Tudo é Muito Raro, lançados pela editora Cogito.

Aproveite para assistir ao vídeo A Morte do Artista:

Comentários

  1. Muito grato por essa energia linda, querido Ben! Viva a nossa Literatura!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fabio! Sou muito grato por ter lido o seu livro e feliz em saber que agora mais leitores terão a chance de conhecer O Sincronicídio.
      Abraços

      Excluir
  2. Esse autor é fera! Como escritor e como pessoa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabio Shiva é muito bom. Torço para que mais leitores conheçam as histórias dele.

      Excluir
    2. Quanto ao seu comentário sobre o Ademir ou à revista Conexão, eu não tenho nenhuma ligação com eles. Tente entrar em contato com a equipe deles.
      Abraço

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana